PUB

banner chamusca covid mata

PUB

cms covid 2021b

Paulo Jorge Fialho Bico, de 47 anos, está desaparecido desde quarta-feira, dia 5 de Janeiro. O homem, residente na Calçada da Junqueira, em Santarém, saiu nesse dia de casa sem dinheiro, documentos ou telemóvel, e não entrou em contacto com a família desde então.

“Levou apenas a roupa que tinha vestida”, disse à Rede Regional a mãe do desaparecido, Maria José Bico, que apresentou uma participação na PSP de Santarém no dia seguinte. A polícia “tem efectuado as diligências possíveis no sentido de tentar encontrar o sujeito”, afirmou à Rede Regional fonte oficial do comando da PSP de Santarém, que agradece todas as pistas que possam levar as autoridades a descobrir o seu paradeiro.

Alguns vizinhos têm ajudado a família a procurar Paulo Bico, mas a mãe, ao fim de tantos dias sem um único contacto, não esconde o seu desespero.

Segundo Maria José Bico, o filho “andava bastante deprimido nos últimos meses, sobretudo por não conseguir arranjar trabalho”. Também deixou em casa os medicamentos que tomava com regularidade, o que aumenta a preocupação dos familiares. Qualquer informação sobre o seu paradeiro pode ser comunicada à PSP de Santarém através do telefone 243 322 022.

 

A GNR de Torres Novas deteve quatro pessoas - três homens e uma mulher, com idades compreendidas entre os 35 e os 45 anos - por indícios da prática de lenocínio agravado, auxílio à imigração ilegal, tráfico de estupefacientes, tráfico de armas, furto, falsificação de documento, corrupção ativa, bem como por obstrução à justiça e posse ilegal de armas.

No decorrer da operação que se realizou esta quarta-feira, 11 de janeiro, foi dado cumprimento a dois mandados de detenção e a quatro mandados de busca e apreensão, bem como efetuada uma rusga a um estabelecimento de diversão noturna no concelho de Alcanena, por alegadamente ali se praticar prostituição.

Para além das detenções efetuadas, foram ainda, identificadas cinco pessoas por alegada prática de prostituição e oito por presença em estabelecimento ilegal.

Da operação resultou ainda a apreensão e selagem do imóvel, apreensão de cinco armas, diversas munições de diferentes calibres, duas viaturas, vários telemóveis, dois computadores portáteis e partes constituintes de veículos provenientes de desmantelamento.

A operação contou com o empenho de outras forças da GNR, bem como com o empenho de elementos do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras da ASAE e Alfândega.

As famílias e pessoas isoladas em situação de carência alimentar grave e urgente vão receber refeições sociais através de um protocolo que a Câmara Municipal de Abrantes vai estabelecer com 15 instituições particulares de solidariedade social (IPSS’s) do concelho. O acordo prevê que a Câmara suporte 4,27 euros por cada refeição, cabendo às instituições a sua confecção e a distribuição junto dos beneficiários deste programa de apoio social. As situações de carência alimentar vão ser sinalizadas pelos parceiros da rede social do concelho, explica uma nota de imprensa da Câmara de Abrantes, onde se lê ainda que as “instituições aderentes fornecerão as refeições às pessoas indicadas pelo serviço municipal de acção social”.

Segundo a autarquia, “este apoio alimentar será assegurado até que os beneficiários sejam integrados noutros programas de apoio ou quando a situação de emergência já não se justifique”, tendo cada caso o respectivo acompanhamento em articulação com as instituições da rede social. As 15 IPSS’s intervenientes neste projecto são o Centro Social do Pego, o Centro Social do Município de Abrantes, o CRIA – Centro de Recuperação e Integração de Abrantes, a ACATIM – Associação Comunitária de Apoio à Terceira Idade de Mouriscas, o Centro Social Paroquial de Rossio ao Sul do Tejo, a Santa Casa da Misericórdia de Abrantes, o Centro de Solidariedade Social da Freguesia do Souto, o Centro Social Paroquial Nossa Senhora da Oliveira (Tramagal), a Associação Solidariedade Social Pró-Cultural Prof. Silva Leitão (Bemposta), o Centro de Assistência Paroquial São Pedro de Alvega, o Centro Social de Alferrarede, o Centro Social Paroquial de S. Miguel do Rio Torto, o Centro Social Paroquial de S. Facundo, o Centro Social Paroquial de Vale das Mós, e a Associação de Apoio a Idosos da Freguesia de Rio de Moinhos.

Mais artigos...

Slide thumbnail

PUB

PUB

Scalhidraulica

PUB

Aguas Ribatejo Atendimento 012 222

Quem está Online?

Temos 486 visitantes e 0 membros em linha