PUB

chamusca 6eventos

PUB

visite santarem

PUB

A notícia menos desejada voltou a bater à porta da família Leal, de Marinhais, Salvaterra de Magos, que há vários anos combate doenças do foro oncológico nos dois filhos, Marta e Tomás.

wshoppingSlide thumbnail

O episódio mais recente aconteceu com o menino, atualmente com 7 anos, que na sexta-feira, dia 5, foi fazer exames e as notícias não podiam ser piores.

"Foi detectado um novo tumor, desta vez nas partes moles na zona do ombro", explica o pai, José Luís Leal, anunciando que o filho será operado esta terça feira, dia 8.

"Estamos todos ainda atordoados com tudo isto, é mais um murro no estômago, mas temos que levantar a cabeça e ajudar o nosso herói a ultrapassar mais um momento difícil da sua vida", refere José Luís.

Recorde-se que o calvário desta família de Marinhais começou em 2016, quando foi diagnosticado a Marta um osteossarcoma que se desenvolveu no fémur, e que começou a ser acompanhado no IPO, em Lisboa.

Os pais nunca se conformaram com a amputação da perna proposta pelos médicos portugueses, e descobriram a Clínica Navarra, em Espanha, que oferecia uma abordagem alternativa ao tumor.

Três anos depois, em 2019, Tomás, o irmão mais novo, foi também diagnosticado com um osteossarcoma, desta feita na tíbia, que exigiu um tratamento cirúrgico igual ao de Marta, para evitar a amputação do membro.

O caso está detalhadamente explicado na página do Facebook “Vamos Ajudar o Tomás Leal”, onde estão também os contatos da família e as várias formas de ajudar a suportar os custos elevados do tratamento das duas crianças.

TODO O APOIO É BEM-VINDO
"Além do apoio à causa e à família através de mensagens de afecto e solidariedade, algo mais é necessário fazer. É nesse sentido que apelo a quem possa e deseje ajudar também financeiramente", pode ler-se numa publicação de João Paulo Carvalho, amigo da família.

Na mesma publicação pode ler-se que "desde 2016, muitas despesas com operações, tratamentos, viagens e outras, foram feitas. A solidariedade de muitas pessoas e instituições foi fundamental. Com esta nova situação, urge ajudar esta família. Apelo então encarecidamente a todos que não fiquem indiferentes. Visitem a página "Vamos ajudar o Tomás Leal" onde está o NIB onde podem fazer o vosso donativo".

NOTÍCIA RELACIONADA:

Casal de Marinhais pede ajuda para tratar segundo filho com tumor



PUB

Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

PUB

Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

aguas barco

PUB

agrande

Quem está Online?

Temos 657 visitantes e 0 membros em linha