PUB

chamusca maria emilia

PUB

cms generico

 PUBaguas santarem app

A Câmara Municipal de Salvaterra de Magos assinalou o 5º aniversário do reconhecimento da prática da falcoaria como “Património Imaterial da Humanidade”, que, recorde-se, foi anunciado pela UNESCO em Addis Abeba na Etiópia, a 1 de dezembro de 2016.

wshoppingSlide thumbnail

Na cerimónia, foram homenageadas a professora Natália Correia Guedes e a Associação Portuguesa de Falcoaria, que este ano assinala o seu 30º aniversário, e inaugurada a exposição de aguarelas "Caçadores Alados", do falcoeiro André Valério, na galeria da Falcoaria Real.
“Natália Correia Guedes estudou, pesquisou e escreveu como ninguém sobre a história de Salvaterra de Magos, é uma grande amiga da nossa terra e uma extraordinária embaixadora da Falcoaria em Portugal e no Mundo”, salientou Hélder Manuel Esménio, o presidente da Câmara de Salvaterra.
O autarca recordou que “a sua ajuda foi fundamental, no início dos anos 90 do século passado, nas negociações que a Câmara teve que estabelecer com o Conde de Monte Real para a aquisição deste imóvel”.
Em 1991, Natália Correia Guedes foi co-fundadora e primeira presidente da Associação Portuguesa de Falcoaria, e, “se hoje Salvaterra de Magos é a Capital Nacional da Falcoaria, deve-o muito a Natália Correia Guedes e à Associação Portuguesa de Falcoaria”, referiu Hélder Esménio.
O presidente frisou também “a relevância e mérito do trabalho desenvolvido pela associação, que anualmente desenvolve várias atividades com o objetivo de promover e proteger a prática da falcoaria em Portugal, sempre disponível para apoiar as iniciativas que desenvolvemos na Falcoaria Real”.
O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, também se associou a esta homenagem, tendo enviado uma mensagem em vídeo.

 



PUB

PUB

scalhidraulica 2021

PUB

Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

ipsantarem mestrados

PUB

banner ar

Quem está Online?

Temos 902 visitantes e 0 membros em linha