PUB

chamusca maria emilia

PUB

cms generico

 PUBaguas santarem app

O homem que disparou um tiro de pistola à queima roupa sobre uma vizinha grávida de sete meses em Charneca da Peralva, concelho de Tomar, começa esta quarta-feira, 25 de novembro, a ser julgado no Tribunal de Santarém.

wshoppingSlide thumbnail

O arguido, de 71 anos, está acusado pelo Ministério Público (MP) de um crime de homicídio qualificado e agravado, na forma tentada, e outro de detenção de arma proibida.
Os factos remontam a 5 de maio de 2020, após a mulher, de 37 anos, ter ido a casa do arguido pedir-lhe satisfações por, alegadamente, ter agredido um filho seu, menor de idade, cerca de 30 minutos antes.
Segundo o processo, a que a Rede Regional teve acesso, a vítima ia munida com uma faca de cozinha, e telefonou para a GNR de Tomar antes de se dirigir à residência do vizinho, um antigo emigrante conhecido na aldeia pelo seu mau temperamento.
Quando se apercebeu da presença de mulher, o idoso muniu-se de uma pistola transformada para calibre 6.35mm, que escondeu no bolso.
Quando já discutiam no hall da sua casa, segundo a Acusação, a vítima exibiu a faca ao arguido, que respondeu com um disparo que a atingiu na zona do peito.
Por mero acaso, o tiro não atingiu nenhum órgão vital, mas a mulher, que ficou com a bala alojada no corpo, esteve vários dias internada no Hospital de Santa Maria, em Lisboa. Entretanto, a vítima deu à luz o filho.
Segundo o processo, o arguido escondeu a pistola num buraco junto a uma árvore, nas traseiras do quintal, e foi neste local que a Polícia Judiciária (PJ) encontrou não só a arma do crime, mas também uma segunda pistola ilegal e várias munições.
O arguido tem estado a aguardar julgamento em prisão preventiva.

 



PUB

PUB

scalhidraulica 2021

PUB

Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

ipsantarem mestrados

PUB

banner ar

Quem está Online?

Temos 778 visitantes e 0 membros em linha