PUB

chamusca jan fev

PUB

cms generico

 PUBaguas santarem app

A mulher que quase matou o namorado à facada num apartamento na Rua Pedro Santarém, e fugiu de seguida para parte incerta, vai aguardar julgamento em prisão preventiva, acusada de um crime de homicídio qualificado na forma tentada.

wshoppingSlide thumbnail

A arguida, de 36 anos e de nacionalidade brasileira, foi ouvida em primeiro interrogatório judicial ao final da tarde desta quinta-feira, 4 de novembro, no Tribunal Judicial de Santarém.
No final da diligência, que durou cerca de três horas, o Juiz de Instrução Criminal decidiu-se pela medida de coação mais gravosa, a prisão preventiva, tendo em conta o perigo de fuga e o perigo de perturbação do inquérito.
Segundo a Rede Regional conseguiu apurar, a mulher a estava escondida na zona do Algarve, em casa de amigos, e entregou-se voluntariamente à Polícia Judiciária (PJ), já com mandatária constituída, que a acompanhou no primeiro interrogatório.
A mulher, que está em Portugal há cerca de quatro anos mas ainda não terá a sua situação legalizada, estava a monte desde 5 de outubro, dia em que, durante uma briga num apartamento na Rua Pedro Santarém, em Santarém, desferiu uma facada que deixou o namorado, de 27 anos, a esvair-se em sangue na sala.
O homem, de 27 anos, sobreviveu porque conseguiu dar o alerta para o 112, tendo chegado ao Hospital de Santarém em estado muito grave.

Notícias relacionadas:

Mulher que esfaqueou namorado continua em parte incerta

Filho da suspeita de esfaquear namorado diz que mãe era alvo de agressões frequentes

 



PUB

PUB

scalhidraulica 2021

PUB

Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

ipsantarem mestrados

PUB

banner ar

Quem está Online?

Temos 777 visitantes e 0 membros em linha