Imagem de arquivo / Ilustrativa

A Unidade Nacional Contraterrorismo (UNCT) da Polícia Judiciária (PJ) deteve quatro homens por suspeita da prática de crimes de rapto e de ofensas à integridade física qualificadas.

wshoppingSlide thumbnail

As detenções ocorreram no âmbito de um inquérito titulado pelo DIAP de Oeiras, no qual foi dado cumprimento a vários andados de busca domiciliária e de quatro mandados de detenção, fora de flagrante delito.

Os factos em investigação remontam ao passado mês de maio e tiveram início numa localidade do concelho de Oeiras, tendo a vítima sido transportada para a zona da cidade do Entroncamento, onde seria mantida sequestrada durante várias horas e sujeita a violentas agressões por parte dos suspeitos.

Na sequência das agressões infligidas, a vítima seria libertada pelos raptores durante a madrugada e deixada à porta de unidade hospitalar de Lisboa.

Os arguidos ora detidos, todos possuidores de antecedentes criminais, serão sujeitos a primeiro interrogatório judicial de arguido detido, no Tribunal de Instrução Criminal de Cascais, tendo em vista a aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.