PUB

chamusca parque de sonhos

PUB

banner presepios

PUB

banner cms reino natal

PUB

clickaporta

PUB

 PUBsalvaterra natal

Apesar de na Bacia Hidrográfica do Tejo ainda existir água em quantidades significativas, é cada vez mais complicado e oneroso captar água de qualidade devido às ameaças que os recursos aquíferos sofrem por força das práticas agrícolas e das alterações climáticas.

wshoppingSlide thumbnail

Consciente desta realidade e antecipando os problemas que se irão colocar, a empresa intermunicipal Águas do Ribatejo (AR), que já faz captações a 300 m de profundidade com custos acrescidos para garantir total segurança, é uma das três entidades nacionais envolvidas no projeto AQUIFER - Instrumentos inovadores para a gestão integrada de águas subterrâneas num contexto de escassez crescente de recursos hídricos.

O Instituto Superior de Agronomia e a Parceria Portuguesa para a Água são as duas entidades portuguesas ao lado de quatro parceiros espanhóis e dois franceses. O projeto AQUIFERprevê a sua conclusãoaté 30 de abril de 2023, com um investimento global previsto de 1,6 milhões de euros financiado pelo FEDER.

Num contexto de crescente escassez de recursos hídricos, o AQUIFER visa capitalizar, testar, disseminar e transferir práticas inovadoras para a preservação, monitorização e gestão integrada de aquíferos. Pretende-se desenvolver ferramentas e estratégias que ajudem na tomada de decisões sobre a gestão dos recursos hídricos subterrâneos, melhorando a transferência de tecnologia para agentes locais e criando novas sinergias.

O plano de ação prevê que a maior parte dos ensaios e trabalhos a realizar em Portugal ocorram na área de influência da Águas do Ribatejo nomeadamente nas margens dos rios Tejo e Sorraia e no território envolvente da Bacia Hidrográfica do Tejo.

Serão testadas práticas inovadoras de preservação ambiental e gestão de águas subterrâneas, para os diferentes usos existentes: ambientais, consumo humano, agrícolas e industriais.

DIA NACIONAL DA ÁGUA
A AR, entidade gestora do ciclo urbano da água nos concelhos de Almeirim, Alpiarça, Benavente, Chamusca, Coruche, Salvaterra de Magos e Torres Novas assinala o Dia Nacional da Água desde 2010 com eventos relacionados com o Ciclo Urbano da Água, as boas práticas ambientais e a preservação da biodiversidade.

As campanhas em curso versam também o Consumo da Água da Rede Pública por ser mais saudável, mais amiga do ambiente e mais económica. Os resultados são visíveis com milhares de alunos do 1º ao 12º ano e das universidades seniores a usarem garrafa reciclável que enchem com água da torneira nas escolas dos sete municípios do universo da AR. Nos municípios e nas empresas a água é disponibilizada em jarros que substituem as garrafas de plástico contribuindo também para a redução da produção de resíduos e da pegada de carbono.

Os temas em apreço e outros igualmente atuais irão estar em debate no Encontro Nacional de Entidades GestorasENEG 2021 que irá reunir centenas de especialistas do setor em novembro de 2021. A AR marcará presença, participando nas conferências, na exposição de entidades e no concurso de montagem de ramais em carga.

O Dia Nacional da Água celebra-se, em Portugal a 1 de outubro desde 1983. A data é mais uma oportunidade para se refletir sobre a importância deste recurso e para um uso mais eficiente da água, consciencializando para o seu valor em todas as suas dimensões - social, ambiental e económica.



Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

PUB

jorge malacas

PUB

Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

aguas barco

APOIO

  • ba01.jpg
  • ba02.jpg

PUB

mercadinho almeirim

Quem está Online?

Temos 381 visitantes e 0 membros em linha