PUB

chamusca gargalhadas

PUB

banner santarem generico

 PUBaguas santarem app

Indignados com a falta de respostas por parte da administração dos CTT às suas reivindicações, os carteiros do Centro de Distribuição Postal (CDP) de Santarém marcaram uma greve para os próximos dias 6, 7 e 8 de outubro.

Slide thumbnail

O avançar para uma paralisação total de três dias é o endurecimento dos protestos por parte dos trabalhadores, que já estão a cumprir uma greve parcial de duas horas diárias, entre as 8h30 e as 10h30, desde o dia 8 deste mês.
Segundo números do Sindicato Nacional dos Trabalhadores de Correios e Telecomunicações (SNTCT), a correspondência acumulada por entregar atingiu as cem mil unidades, o que demonstra “a necessidade de colocação de mais 12 funcionários em permanência neste centro de distribuição, que serve os concelhos de Santarém, Almeirim e Alpiarça”.
De acordo com Dina Serrenho, do SNTCT, “a empresa colocou mais dois trabalhadores temporários, o que não resolve a necessidade permanente de mais carteiros”, uma vez que a alteração de giros realizada quando foi feita a mudança do CDP para a zona industrial de Santarém, no final de agosto, tornou impossível cumprir a entrega atempada da correspondência.
“Posso dizer que há povoações que não veem correio há 15 dias, porque o carteiro não tem hipótese de lá chegar. A empresa tem de pôr efetivamente gente a trabalhar e depois tem de dar tempo aos trabalhadores para conhecerem as áreas. Foi tudo feito em cima do joelho. Não podia ter acontecido isto”, sustenta.
As condições em que os trabalhadores se encontram a laborar nas novas instalações são outro fator de insatisfação, disse ainda Dina Serranho, sublinhando que foram feitos pequenos arranjos que não resolveram as situações mais críticas.

 



PUB

PUB

scalhidraulica 2021

PUB

tagus docaria2021

PUB

Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

ipsantarem mestrados

PUB

aguas ribatejo dia agua

PUB

cm almeirim bolsas

Quem está Online?

Temos 708 visitantes e 0 membros em linha