PUB

cm chamusca covid

PUB

clickaporta

PUB

cms fna2021

PUB

castelo bode

 PUBaguas santarem 600x110

O empresário Jorge Ferreira Dias, que esteve preso preventivamente depois de ter tentado agredir o presidente da Câmara de Abrantes dias antes do Natal de 2020, está à procura de uma editora que mostre interesse em publicar uma obra que relata os dias que passou encarcerado.

Slide thumbnail

“As Noites Mais Longas da Minha Vida” é o título do livro que relata a experiência do Recluso 380/9044 - Cela 7 - Pavilhão 1 do Estabelecimento Prisional de Leiria, entre 22 de dezembro de 2020 e 14 de janeiro de 2021, como o próprio refere na apresentação.
Ferreira Dias, que já foi o homem mais rico de Abrantes com um património avaliado em quase 8 milhões de euros, irrompeu a 22 de dezembro de 2020 numa reunião da Câmara de Abrantes, onde, após uma acesa troca de palavras, terá agredido o presidente Manuel Jorge Valamatos, o vice-presidente João Gomes e uma funcionária com um cajado.
“Nasci pobre, lutei por uma vida melhor, consegui prosperar, mas tudo se desvaneceu porque certos políticos tudo fizeram para me sacar dinheiro”, escreveu o ex-empresário da construção civil durante os dias que passou na prisão, onde recorda que foi “destruído” por nunca ter entrado “em esquemas corruptos”.
Na obra, Jorge Ferreira Dias, que hoje sobrevive com o Rendimento Social de Inserção, considera-se “perseguido pelos autarcas do PS de Abrantes” que se julgam “os donos do poder e atuaram sempre contra mim pelo facto de não colaborar financeiramente com eles”.
“Durante mais de 30 anos foram-me pedidas várias verbas (subornos) e nunca acedi”, garante o ex-empresário, que diz estar a pagar “a fatura de ser um homem íntegro, numa história complexa e que, por o ser, muitos parecem não querer entender”.



PUB

PUB

scalhidraulica 2021

PUB

ipsantarem mestrados

PUB

Anuncio AR Chamusca

PUB

almeirim sopapedra

Quem está Online?

Temos 591 visitantes e 0 membros em linha