PUB

banner chamusca covid mata

PUB

cms covid 2021b

A Infraestruturas de Portugal vai assumir a empreitada de proteção das fundações e reabilitação dos pilares da ponte rodoviária Rainha D. Amélia, que liga os concelhos do Cartaxo e Salvaterra de Magos.

Slide thumbnail

A informação consta da página da Internet da empresa pública, onde se lê que o concurso para a execução da obra já foi publicado em Diário da República.
“A intervenção envolve um investimento estimado de 1 milhão de euros e visa reforçar as condições de integridade dos pilares da ponte e a proteção das suas fundações contra os efeitos da erosão provocada pela corrente do rio Tejo”, explica a Infraestruturas de Portugal, que acrescenta que os “trabalhos a executar foram definidos tendo por base os resultados da inspeção subaquática e levantamento batimétrico, e pelo Estudo Hidrológico e Hidráulico realizado no trecho do rio Tejo onde se insere a ponte”.
Pedro Magalhães Ribeiro, o presidente da Câmara Municipal do Cartaxo, já reagiu através da sua página no Facebook, onde considera que esta é “uma boa notícia” para o seu município e para o município vizinho de Salvaterra de Magos, que reclamam há vários anos junto do Governo por uma intervenção estrutural na ponte, construída em 1903 e com uma extensão de 840 metros.
Atualmente, a sua gestão está protocolada entre a Infraestruturas de Portugal e duas as autarquias, cabendo às Câmaras “as responsabilidades globais de manutenção geral da estrutura metálica e de vigilância permanente sobre o comportamento das fundações”, e cabendo à empresa pública “colaborar na análise e assistência técnica requeridas, através dos registos periódicos a realizar pelos municípios”.

 



PUB

PUB

Scalhidraulica

PUB

Aguas Ribatejo Atendimento 012 222

Quem está Online?

Temos 726 visitantes e 0 membros em linha