PUB

chamusca covid responsavel

PUB

banner cms riscos

Imagem de arquivo / Ilustrativa

A Comissão de Proteção Civil do Cartaxo aprovou duas propostas do presidente da autarquia, Pedro Magalhães Ribeiro, que apontam para a abertura dos cemitérios, nos dias 31 de outubro, 1 e 2 de novembro, e para a proibição da corrida de touros anunciada para o dia 1 de novembro.

Slide thumbnail

No caso do cemitério, apesar de permitir a abertura, a autarquia alargou o horário de funcionamento do mesmo, entre as 8h30 e as 18h30, para permitir que as pessoas possam homenagear os seus entes queridos, especialmente com a importância que esta homenagem tem no Dia de Finados.

O município apela no entanto ao cumprimento de todas as medidas de proteção em vigor, evitando contribuir para ajuntamentos que colocam em causa a sua própria saúde.

Em causa está o uso obrigatório de máscara e desinfeção das mãos à entrada e saída do cemitério, manter o distanciamento físico de segurança, de pelo menos 2 metros (não coabitantes), quer no interior, quer no exterior do cemitério, apenas poderão permanecer duas pessoas junto de cada campa devendo a sua permanência ser resumida ao tempo estritamente necessário, e a proibição da partilha de objetos comunitários, como baldes, regadores, vassouras e outros equipamentos de limpeza e manutenção.

A permanência de visitantes no cemitério municipal não pode ultrapassar em momento algum 10% da ocupação máxima da área de circulação do cemitério, ou seja, 56 pessoas. As instalações sanitárias permanecem encerradas e não será permitida a concentração de mais de 5 pessoas no exterior do cemitério, salvo se pertencerem ao mesmo agregado familiar.

Durante a realização de cerimónias fúnebres, estará limitado o acesso aos visitantes, sendo permitida a entrada das entidades religiosas, familiares (condicionados a um máximo de 20 pessoas) e agentes funerários.

Na reunião da Coordenação de Proteção Civil foi ainda decidido suspender a atividade do Centro Cultural do Cartaxo durante, pelo menos, duas semanas. “Apesar do cumprimento estrito do Plano de Contingência e do entendimento da autarquia de que é necessário retomar a atividade cultural, o facto de estarem agendados espetáculos especialmente dedicados a crianças e a seniores, levou-nos a suspender as atividades até que a situação epidemiológica permita retomar os eventos agendados”, informou o Presidente da Câmara.



leziria startup

 

Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

PUB

Scalhidraulica

Quem está Online?

Temos 685 visitantes e 0 membros em linha