PUB

banner chamusca alice

PUB

banner cms escola

Um casal de idosos residente no concelho de Abrantes passou por mais de dois meses de ameaças de morte constantes e violência psicológica por parte de um filho alcoólico, que sofre também de uma perturbação esquizofrénica grave.

Slide thumbnail

Entre dezembro de 2019, altura em que o agressor ficou desempregado, e fevereiro deste ano, o pai, de 81 anos, e a mãe, de 78, trancavam-se no quarto da sua casa para escapar aos impulsos descontrolados do filho, até este ser detido e internado compulsivamente no Hospital Prisional São João de Deus.
O homem, de 47 anos, vai ser julgado no Tribunal de Santarém por dois crimes de violência doméstica contra o casal de idosos.
Segundo a Acusação do Ministério Público (MP), a que a Rede Regional teve acesso, o arguido disse várias vezes ao pai que ia buscar uma corda para o enforcar, e chegou a dizer à mãe para se atirar da janela do 1º andar.
Como o filho agia num contexto de demência, agravada pelo consumo excessivo de bebidas alcoólicas, o casal temia que concretizasse as ameaças a qualquer momento.
Perante a recusa do arguido em abandonar a casa dos pais, de quem dependia economicamente, os idosos fizeram queixa à GNR do Tramagal, mas a agressividade do homem tornou-se cada vez mais descontrolada.
Depois de lhe ter sido diagnosticado um surto psicótico, o arguido passou ainda alguns dias internado na ala psiquiátrica do Hospital de Tomar, mas quando regressou, a 12 de fevereiro, agravaram-se as ameaças e os comportamentos violentos.
A perturbação esquizofrénica de que padece está diagnosticada desde 2011, e o arguido necessita de medicação permanente e de se abster do consumo de bebidas alcoólicas.

 



Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

PUB

Scalhidraulica

Quem está Online?

Temos 712 visitantes e 0 membros em linha