PUB

banner chamusca alice

PUB

banner cms riscos

A Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo (CIMT) conseguiu a aprovação de uma candidatura destinada à “Formação de Públicos Estratégicos”, que vai ser orientada para três cursos ligados ao combate ao fenómeno da violência doméstica.

Slide thumbnail

“Formação de agentes qualificados que atuem no domínio da violência doméstica e/ou prevenção da vitimização ou revitimização” desta, destinada aos técnicos de apoio à vítima (TAV), “Formação de profissionais da Rede Nacional de Apoio a Vítimas de Violência Doméstica – violência doméstica entre pessoas do mesmo sexo”, e “Avaliação e Gestão de Riscos de Violência Doméstica” são os três cursos previstos, a partir de novembro de 2020.
Através da operacionalização destes cursos, a CIMT “pretende desenvolver um plano de formação específico na área da violência doméstica, violência de género e violência contra as mulheres, com o objetivo de dotar de conhecimentos e competências os técnicos de intervenção das estruturas dos municípios de apoio e acompanhamento a vítimas”, explica uma nota de imprensa da comunidade, que acrescenta que a CIMT já “desenvolveu um Plano de Desenvolvimento Social Intermunicipal o qual detém o diagnóstico social regional”.
Fora do âmbito desta candidatura, a CIMT tem também prevista a realização do seminário “Reflexões sobre o fenómeno da violência doméstica”, que vai decorrer no próximo dia 15 de outubro, entre as 9 e as 16 horas, no Centro Cultural Elvino Pereira, em Mação.
“Esta iniciativa surge integrada no Projeto Maria, que visa criar uma estratégia integrada de intervenção para a área da violência doméstica e de género no Médio Tejo”, explica a CIMT, que em breve divulgará o programa completo do evento.

 



Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

PUB

Scalhidraulica

Quem está Online?

Temos 600 visitantes e 0 membros em linha