Um homem de 30 anos foi detido pela Polícia Judiciária (PJ) por “fortes suspeitas” de ter cometido “crimes de abuso sexual de crianças, atos sexuais com adolescentes, consumados, e um crime de violação agravado na forma tentada”.

Slide thumbnail

Em comunicado, a Diretoria de Lisboa e Vale do Tejo da PJ explica ainda que a violação foi praticada sobre uma menor com 14 anos, atualmente, mas que os alegados abusos tiveram início em 2018, “quando a criança tinha 12 anos”.
Os crimes ocorreram nas casas “de familiares comuns, uma vez que a vítima é familiar da esposa do arguido”, acrescenta a PJ, que só recentemente teve conhecimento dos factos
Os crimes foram praticados no distrito de Santarém, acrescenta a Judiciária, sem especificar sequer o concelho de residência do suspeito e das vítimas.
As diligências efetuadas “permitiram recolher esclarecedores elementos de prova quanto à prática dos crimes por parte do agressor sexual”, que já foi presente a primeiro interrogatório judicial, e vai aguardar julgamento em prisão preventiva.