PUB

eh toiro

PUB

visite santarem

PUB

A Câmara de Santarém quer acolher um projeto piloto que visa colocar militares da GNR nas juntas de freguesia. O objectivo é criar uma rede de grande mobilidade, visibilidade e proximidade às populações, aumentando assim a sensação de segurança dos residentes.

 

O modelo, apresentado à autarquia pela GNR, permite uma maior rentabilização de meios materiais e humanos, possibilitando o tal policiamento de proximidade.

O comandante territorial da GNR de Santarém, coronel Corte-Real Figueiredo, citado pela Agência Lusa, referiu que o projeto está em fase de planeamento, de maturação e de ouvir os interessados, porque é fundamental que as populações o percebam e aceitem como uma ideia que pode ser uma boa solução em tempo de crise.

O modelo proposto por Corte-Real Figueiredo, que implica o encerramento do posto de Pernes, passa pela colocação de um militar da GNR nos edifícios das juntas de freguesia, tendo à sua disposição um computador, para registar queixas e dar andamento a inquéritos, e uma scooter para poder percorrer a freguesia, fazendo notificações e passando pelas escolas e pelas residências dos idosos identificados como vivendo isolados.

Em Santarém, a GNR possui um total de 38 agentes nos postos de Santarém e de Pernes, tendo, no primeiro caso, seis agentes em rondas ao longo do dia (num total de 22) e, no segundo, três (num total de 16). No posto de Pernes, oito militares têm que prestar serviço no posto, cinco estão alternadamente em descanso, restando três para andar na rua, sendo que em Santarém essa proporção é de nove, sete e seis.



PUB

PUB

scalhidraulica 2021

Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

PUB

jorge malacas

PUB

Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

aguas barco

PUB

agrande

Quem está Online?

Temos 545 visitantes e 0 membros em linha