PUB

chamusca natal

PUB

cimt slideshow

PUB

reino natal

PUB

elgalego 2019

alpiarcaGNRmedicodetido

Um médico de clínica geral foi detido por suspeitas do crime de usurpação de funções, uma vez que exercia a atividade de dentista sem licença num consultório ilegal, em Alpiarça.

O clínico, A. Alves Dias, foi apanhado numa operação conjunta da GNR de Alpiarça e do Gabinete de Intervenção contra o Exercício Ilegal da Profissão da Ordem dos Médicos Dentistas (OMD), que na tarde desta sexta-feira, 16 de dezembro, confirmaram no local que o suspeito dava consultas dentárias sem cédula profissional para exercer esta especialidade.

Segundo a Rede Regional conseguiu apurar, Alves Dias é efetivamente médico de clínica geral e familiar na Unidade de Saúde Almeida Garret, em Santarém, e dá também consultas nas Póvoa de Santarém e no Vale de Santarém.

Clandestinamente, ao que tudo indica, mantinha um consultório dentário aberto em Alpiarça há mais de 20 anos, onde não lhe faltava clientela, segundo a Rede Regional confirmou no local.

À chegada da GNR, vários clientes com consulta marcada tiveram que sair do imóvel, não ficando propriamente agradados com a situação.

O detido cobrava preços abaixo dos praticados pela classe e não passava fatura nem tinha tabela de preços afixada, segundo explicou à Rede Regional fonte do Comando de Santarém da GNR, que acrescentou que esta fiscalização partiu de uma denuncia anónima, a que se seguiu uma investigação desenvolvida pela GNR de Alpiarça junto de várias entidades do foro médico e fiscal.

Dentro do consultório, que não cumpria os requisitos mínimos exigidos pela Entidade Reguladora da Saúde, os militares encontrarm situações graves de insalubridades e falta de higiene, como é o caso de falta de equipamentos de esterilização e desinfeção de equipamentos.

Entre outras irregularidades, as autoridades detetaram que o clínico não tinha licença para uso de equipamento radiológico, nem cumpria as normas obrigatórias a nível de material para reciclagem, como é o caso de seringas e outros objetos de recolha de resíduos biológicos.

Os militares saíram do consultório com uma grande quantidade de material apreendido, entre o qual estarão medicamentos fora do prazo de validade.

Alves Dias tinha consultório dentário aberto no nº 35 da Rua Sacadura Cabral, em Alpiarça, há perto de 20 anos, segundo disse à Rede Regional a proprietária do imóvel, que se manifestou surpreendida pelo aparato que envolveu a detenção.

Segundo a mulher, que pediu reserva de identidade, o médico, que nunca lhe faltou com a renda, transmitiu-lhe há poucas semanas que ia abandonar o imóvel.



PUB

PUB

Rede Regional

Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

anuncio2020

PUB

cmcartaxo natal

PUB

PUB

politeama rainhadaneve

Quem está Online?

Temos 939 visitantes e 0 membros em linha