PUB

chamusca natal

PUB

avisan novo

PUB

cms impulso

PUB

salvaterra natal

Centenas de alunos das escolas do 1º ciclo do concelho de Salvaterra de Magos, estão a ser sensibilizadas para o consumo da água da torneira por ser mais saudável, mais amiga do ambiente e mais económica. A iniciativa é da empresa Águas do Ribatejo e vai estender-se a mais seis municípios.

Os alunos estão a participar num ciclo de actividades integradas no projecto “Cientistas da Água” que inclui experiências no laboratório da empresa para certificar a qualidade da água. O projecto inclui ainda ações de sensibilização para o combate ao desperdício deste líquido precioso e para o consumo de água da torneira em substituição da água engarrafada e dos refrigerantes.

Os agentes educativos e os pais têm convencido as crianças para beberem da água da torneira seguindo as orientações dadas pela Direcção Geral de Saúde e pelos médicos de família e pediatras que consideram que a água da torneira é a mais completa pela diversidade de sais minerais que apresenta e apelam ao aumento da ingestão de água por ser fundamental no processo de crescimento e desenvolvimento das crianças.

Também a Associação para a Defesa do Consumidor (DECO), nas ações que tem promovido em conjunto com a Águas do Ribatejo, tem alertado para o benefício económico do consumo da água a torneira. Por exemplo 1000 litros de água custam para os clientes da Águas do Ribatejo apenas 0,35 €, menos que um garrafão de água de 5 litros, adquirido no supermercado.

Santarém é um dos três distritos que esta terça-feira, 31 de janeiro, estão em alerta amarelo devido ao frio e à persistência de valores baixos da temperatura mínima.

O alerta amarelo é o segundo menos grave de uma escala de quatro, e vigora até às 12h e surge depois de o IM ter comunicado que Portugal continental será atingido por uma descida acentuada da temperatura a partir de sexta-feira, com os valores a descerem em média seis graus centígrados.

Para Santarém está prevista uma temperatura mínima de zero graus e máxima de 17. O céu estará pouco nublado mas haverá acentuado arrefecimento nocturno com formação de geada. A proteçãocivil aconselha as pessoas a evitar estar ao frio durante muito tempo e a vestir roupa adequada à situação.

Além de Santarém também Setúbal e Évora estão sob aviso amarelo.

“Uma boa gestão não deve condicionar as boas práticas de saúde”, afirma a equipa de enfermagem do serviço de pediatria do Hospital de Abrantes, numa carta aberta onde se manifestam “preocupados” com as mudanças anunciadas acerca da reestruturação dos serviços no Centro Hospitalar Médio Tejo (CHMT).

Em causa está o facto de passar a existir apenas uma única urgência pediátrica e único serviço de pediatria com internamento (dos 29 dias de vida aos 15 anos), ambos concentrados no Hospital de Torres Novas, mantendo-se em Abrantes o serviço de obstetrícia, o bloco de partos e o internamento de neonatologia.

Segundo os signatários, estas medidas de gestão podem comprometer a segurança e a qualidade dos cuidados prestados às crianças e adolescentes”.

“Esta situação leva a uma dispersão de recursos humanos que levará a encargos financeiros não condizentes com a finalidade desta reestruturação uma vez que vai obrigar ao aumento dos transportes efectuados entre estas duas unidades”, escrevem os enfermeiros, que se mostram ainda preocupados com o facto dos serviços que dão apoio à pediatria (cirurgia, ortopedia, obstetrícia/ginecologia e anestesiologia) não ficarem centralizados na mesma unidade de saúde. “Não podemos concordar com a decisão de centralizar a urgência de pediatria na unidade de Torres Novas, privando as crianças e adolescentes dos necessários cuidados cirúrgicos e anestésicos imprescindíveis para boas práticas num serviço de urgência de pediatria”, acrescentam os signatários, para quem as “situações de «life-saving» ficarão muito desprotegidas, pois exigem uma especialização de cuidados que é inerente à formação de cirurgiões e anestesistas”.

A ideia de introduzir o transporte de Suporte Integrado de Vida (SIV) no CHMT “não nos parece que garanta o mesmo nível de qualidade dos cuidados”, tendo em conta a distância de 30 quilómetros que separa a urgência pediátrica de Torres Novas da urgência médico-cirúrgica de Abrantes. A equipa de enfermagem sugere ainda que o novo espaço de neonatologia contemple um espaço para pediatria cirúrgica e ortopédica, “evitando deste modo o internamento de crianças e adolescentes em serviços de adultos”, e tendo em conta que é necessário “respeitar os direitos consagrados das crianças hospitalizadas”.

Mais artigos...

Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

PUB

scalhidraulica 2021

PUB

Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

ipsantarem mestrados

PUB

aguas ribatejo dia agua

PUB

mercadinho Natal

Quem está Online?

Temos 575 visitantes e 0 membros em linha

PUB

5valedobro Natal