PUB

chamusca avieiros

PUB

cms carnaval

PUB

O Serviço de Urgência Geral do Hospital Distrital de Santarém (HDS), iniciou no dia 2 de janeiro as Vias Verde do Trauma, Coronária e Sépsis e implementou alterações de melhoria na Via Verde de AVC - Acidente Vascular Cerebral.

wshoppingSlide thumbnail

O objetivo é maximizar a qualidade e equidade dos cuidados prestados aos doentes admitidos no hospital com estes quadros clínicos e contribuir, de forma significativa, para a redução da morbilidade e mortalidade que lhe estão associadas.

Quer a Via Verde do Trauma, quer a Via Verde Coronária, agora iniciadas no HDS, visam melhorar a qualidade da abordagem do tratamento do doente vítima de trauma grave e com enfarte agudo do miocárdio (EAM) com supra-ST (EAMCST), respetivamente, assim como uniformizar procedimentos na atuação e contribuir para a redução da morbilidade e mortalidade destes doentes.

Por sua vez, a Via Verde Sépsis visa definir, sistematizar e uniformizar a abordagem inicial dos doentes com sépsis. Deste modo, pretende-se contribuir para a diminuição da mortalidade que esta situação implica, que é atualmente comparável à por AVC e EAM.

Finalmente, a Via Verde de AVC, implementada no HDS desde 1 de julho de 2018, permite um trajeto rápido do doente quando dá entrada no hospital. A intenção é conseguir que o tempo desde a admissão do doente até ao início do tratamento fibrinolítico seja inferior a 60 minutos (este tratamento tem uma janela de 4,5 horas para ser dado e pode, em alguns casos, reverter completamente o quadro do doente).

A implementação destas Vias Verdes pelo Serviço de Urgência do HDS foi antecedida por ações de formação/ divulgação dos protocolos de trabalho realizados pelos grupos de trabalho envolvidos.



Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

PUB

Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

ar myaqua

Quem está Online?

Temos 413 visitantes e 0 membros em linha