Em três anos de atividade, a Unidade de Hospitalização Domiciliária (UHD) do Hospital Distrital de Santarém (HDS) percorreu mais de 101 mil quilómetros, tendo realizado um total de 6.039 visitas e admitido 463 doentes.

wshoppingSlide thumbnail

Os números foram divulgados pelo próprio hospital, na sequência do balanço que foi apresentado durante a “I Conferência da UHD do HDS”, que se realizou na semana passada, nesta unidade hospitalar.

wshoppingSlide thumbnail

A UHD iniciou a sua atividade a 28 de junho de 2019, permitindo que os doentes que reúnem um determinado conjunto de critérios clínicos, sociais e geográficos possam estar internados no conforto do seu domicílio.
Desde que entrou em funcionamento, tem vindo a alargar a cobertura geográfica e atualmente assegura a prestação de cuidados à população dos concelhos de Santarém, Alpiarça, Almeirim, Rio Maior e Cartaxo.
“Todos os anos temos ultrapassado as metas contratualizadas com a Administração Regional Saúde de Lisboa e Vale do Tejo”, sublinhou Ana Infante, a presidente do Conselho de Administração do HDS.
Mesmo sem estar presente, Delfim Rodrigues, o coordenador do Programa Nacional de Implementação das UHD nos Hospitais do Serviço Nacional de Saúde (SNS), enviou uma mensagem onde considera que “a equipa de Santarém tem denotado uma enorme competência técnica e humana, tem evidenciado resultados em termos de valor em saúde, que a guindam a um dos melhores desempenhos na área”.


Utentes e cuidadores estão “muito satisfeitos”
Segundo o HDS, um inquérito de natureza confidencial e anónima, enviado a utentes internados na UHD e seus familiares e cuidadores, de 1 de janeiro a 31 de dezembro de 2021, “revelou que a maioria dos inquiridos apresentam níveis elevados de satisfação em todas as dimensões avaliadas (qualidade/atendimento; continuidade de cuidados; acesso; segurança)”.
“Os resultados obtidos em todas as dimensões avaliadas aproximaram-se do valor máximo possível. Numa escala de 1 a 5, os utentes revelaram um nível de satisfação de 4,84 e os cuidadores de 4,64, concluindo-se que, de um modo geral, os utentes e cuidadores se encontram muito satisfeitos”.