PUB

chamusca monologos penis

PUB

insantarem2022

PUB

cortes2022

PUB

clickaporta

PUB

 PUBpiscinas 2022

 PUBfestas mocarria 2022

O diretor do Serviço de Otorrinolaringologia do Hospital Distrital de Santarém, Mário Galveias, alertou esta quinta-feira, 3 de março, para a necessidade de as pessoas procurarem ajuda médica quando estão perante, entre outros, sinais e sintomas como a perda auditiva unilateral súbita (surdez unilateral), associada ou não a desequilíbrio e vertigem e/ou acufenos (zumbidos).
O alerta surge a propósito do Dia Mundial da Audição, que se assinala hoje, com o especialista a explicar que os problemas auditivos podem ser congénitos (cromossomopatias, sindromáticos, malformações) ou adquiridos (associados a processos infeciosos, otosclerose, vertigem e desequilíbrio, doenças profissionais, presbiacusia – surdez progressiva relacionada com o envelhecimento, entre outros).
“Se no rastreio auditivo neonatal universal (RANU) a prevenção e deteção de surdez neonatal tem, ou pretende ter, caráter universal e rastrear a surdez neonatal, noutras situações o aparecimento de sinais ou sintomas súbitos deve desencadear a procura do otorrino", afirma Mário Galveias.
Além do RANU, o médico destaca como medida preventiva importante a avaliação precoce de patologias inflamatórias/ infeciosas (na criança e no adulto). No âmbito da prevenção de doenças profissionais que desencadeiam surdez, a sensibilização para o incentivo à utilização da proteção auricular em ambiente ruidoso deve estar na primeira linha de medidas a manter e implementar.
Relativamente ao tratamento, Mário Galveias menciona que “desde a atitude preventiva, passando por terapêuticas médicas e cirúrgicas e também por adaptação protésica, as alternativas serão ajustadas, como em todas as áreas da medicina, às situações clínicas em análise”.



cimlt 2022

PUB

scalhidraulica 2021

PUB

PUB

Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

armyaqua

PUB

almeirim adocao

Quem está Online?

Temos 831 visitantes e 0 membros em linha