PUB

banner chamusca covid mata

PUB

cms covid 2021b

Uma aluna de 17 anos, estudante do 10º ano na escola secundária Marquesa de Alorna, em Almeirim, disse à professora e aos colegas da turma de físico-química que tinha bebido uma mistura de álcool com ácido clorídrico mas, apesar do enorme aparato que se gerou, tudo não passou de uma brincadeira de mau gosto.

“Felizmente, tudo não passou de um falso alarme”, disse à Rede Regional a directora da escola, Anabela Almeida. “Talvez este acto tenha sido uma forma de chamar a atenção para alguma coisa, mas isso vai ser agora avaliado no contexto do acompanhamento psicológico que prestamos aos nossos alunos”, acrescentou a responsável.

Pensando que a jovem estava a dizer a verdade quando afirmou que tinha ingerido o ácido, a professora de físico-química accionou de imediato o protocolo de socorro e a aluna acabou por ser assistida no local por uma equipa médica da VMER de Santarém e transportada de seguida pelo INEM dos bombeiros de Almeirim para o Hospital de Santarém.

Perante a ausência de queimaduras e de outros indícios, foi desde logo apurado no serviço de urgência que a menor, que reside em Almeirim apenas com a avó, mentiu acerca de ingestão dos produtos químicos. A realização dos exames durou ainda mais de uma hora e meia, tendo-lhe sido depois dada alta médica.



Slide thumbnail

PUB

PUB

Scalhidraulica

PUB

Aguas Ribatejo Atendimento 012 222

Quem está Online?

Temos 587 visitantes e 0 membros em linha