PUB

chamusca banner comercio

PUB

banner comerciolocal


Face às dificuldades económicas que o país e as autarquias atravessam, a Câmara de Almeirim criou uma nova taxa municipal de protecção civil, com o objectivo de não diminuir no próximo ano o financiamento anual aos bombeiros voluntários e restantes forças de segurança que asseguram o socorro no concelho.

Por mês, cada agregado familiar e empresas passam a pagar mais 0,80 euros na factura da água, o que dará um total de 9,60 euros por ano.

“Trata-se de um valor quase simbólico, um pouco superior ao preço de um café, por mês”, disse à Rede Regional o vice-presidente da autarquia, Pedro Ribeiro, para quem esta nova taxa não deve ser vista como um encargo extra para os munícipes num contexto de dificuldades económicas. “Estamos a falar de algo essencial para a população, de um serviço que não podemos deixar de assegurar”, acrescentou.

A autarquia, segundo Pedro Ribeiro, espera conseguir um encaixe anual de 105 mil euros, que correspondem a cerca de um terço dos 300 mil euros gastos anualmente no capítulo da protecção civil.

Deste bolo, 200 mi euros vão directamente para assegurar o funcionamento dos bombeiros voluntários, ao passo que o restante é gasto na manutenção de linhas de água e bocas-de-incêndio, limpeza de caminhos vicinais, simulacros e exercícios, entre outros, adiantou o mesmo responsável.

A nova “taxa municipal de protecção civil” foi aprovada na última reunião de Câmara, realizada a 23 de Julho, com os votos favoráveis do PS, a abstenção da CDU e o voto contra do MICA.

Seguindo a tramitação legal, a proposta vai agora entrar em fase de consulta pública e deverá seguir para discussão na Assembleia Municipal de Dezembro. Segundo Pedro Ribeiro, é previsível que comece a ser cobrada em Janeiro de 2013.


O típico melão de Alpiarça foi o centro das atenções de uma acção de promoção e divulgação que decorreu nos claustros da Assembleia da República (AR), na quarta-feira, 25 de Julho.

Organizada pela Câmara Municipal de Alpiarça e por António Filipe, deputado do PCP eleito pelo círculo de Santarém e vice-presidente da AR, esta iniciativa serviu também para dar a conhecer vários produtos típicos do concelho, casos da melancia, licores e doçaria, entre outros.

“Esta foi uma acção muito bem sucedida na divulgação dos nossos produtos e da nossa cultura”, afirma a Câmara através de uma nota de imprensa, onde se mostra satisfeita com o “interesse manifestado pela grande maioria dos deputados, representantes de todas as forças políticas e de todas as regiões do país”.

A comitiva de Alpiarça inclui ainda elementos do Rancho Folclórico da Casa do Povo e do Grupo Albandeio, que animaram o espaço e os convivas durante a degustação.


Tendo por base uma quebra no tráfego registado na A23 superior a 35%, a Câmara Municipal de Abrantes solicitou ao governo que faça uma avaliação séria sobre os resultados da introdução de portagens nesta antiga SCUT que serve o concelho.

Numa carta dirigida à secretaria de Estado das Obras Públicas, Transportes e Comunicações, a autarquia liderada por Maria do Céu Albuquerque socorre-se dos números do tráfego em Abril, Maio e Junho publicados pela própria SCUTVIAS, empresa que gere esta concessão, e que reflectem uma diminuição de 37,15% no primeiro semestre deste ano, em comparação com período homólogo do ano passado.

A quebra situa-se nos 36,27% no caso das viaturas ligeiras, e de 41,81% no que se refere ao tráfego pesado, sublinha a Câmara de Abrantes, para quem esta “descida substancial” é “consequência dos elevados valores portajados”.

Na missiva, a autarquia sustenta que a introdução das portagens e os preços taxados “criaram mais um agravamento nas despesas das famílias e das empresas, para além do natural aumento de trânsito dentro das localidades”, pelo que solicita “que as mesmas sejam adequadas a valores compatíveis” com a situação económica que o país atravessa.

E seria, recorda o município, não só uma forma de aumentar a utilização da A23 como as próprias receitas arrecadadas pelo Estado.

Mais artigos...

Slide thumbnail

PUB

PUB

Scalhidraulica

PUB

aguas ribatejo alpiarca

Quem está Online?

Temos 662 visitantes e 0 membros em linha