PUB

chamusca monologos penis

PUB

insantarem2022

PUB

cortes2022

PUB

clickaporta

PUB

 PUBpiscinas 2022

 PUBfestas mocarria 2022

Imagem de arquivo / Ilustrativa

O executivo da Câmara Municipal de Santarém aprovou esta segunda-feira, 18 de abril, com os votos a favor do PSD e do PS e a abstenção do Chega, os relatório e contas das empresas municipais Águas de Santarém e Viver Santarém, referentes ao ano de 2021.

wshoppingSlide thumbnail

O presidente do Conselho de Administração da Águas de Santarém, Ramiro Matos, apresentou os principais indicadores da empresa, tendo destacado, entre outros, um decréscimo de 43% no absentismo, o reconhecimento da empresa como uma das 50 melhores empresas para trabalhar, prémio conferido pela Revista Exame em parceria com a AESE, e a certificação no Sistema de Gestão de Conciliação entre a Vida Profissional, Familiar e Pessoal, sendo a primeira empresa do distrito de Santarém a alcançar esta certificação.

No domínio operacional, Ramiro Matos destacou a redução acentuada de perdas de água, com a diminuição da água não faturada em cerca de 8% (diferença entre a água aduzida e a água faturada), situando-se este indicador em cerca de 23%, que passa para 20% se deduzida a água utilizada por bombeiros e em manutenção.

Distinguida, mais um ano, com o Selo de Qualidade Exemplar da Água para Consumo Humano, a águas de Santarém terminou o ano de 2021 com 99,89% de resultados de análises de água dentro dos parâmetros definidos pelo Regulador, e de 99,06% nos resultados de águas residuais, registando, ainda, uma avaliação muito positiva por parte dos seus clientes (77% de avaliações como Excelente e Bom).

Em termos financeiros, apesar dos constrangimentos por força da COVID-19, em que os apoios diretos e indiretos às famílias, IPSS e empresas do concelho se traduziram numa perda de receita (por bonificação de tarifas) de cerca de 328.000€, a Águas de Santarém registou um investimento recorde, superando os 4 milhões de euros, que significa um aumento de 69,21% face ao ano de 2020 (ele próprio um ano com aumento de investimento face aos anos anteriores).

No que se refere à Viver Santarém, Carlos Coutinho, administrador da empresa que agora centrou a sua atividade apenas a parte desportiva da autarquia, tendo deixado de ser responsável pelos grandes eventos como o Festival de Gastronomia ou as Festas da Cidade, destacou os efeitos da pandemia na quebra de receitas do Parque Aquático, a principal fonte de receitas da empresa.

Face a este cenário, a empresa necessitou de subsídios à exploração na ordem dos 28,5% do total dos rendimentos, nomeadamente cerca de 348 mil euros provenientes do contrato-programa celebrado com a Câmara, 186 mil euros da reposição do equilíbrio de contas, também por parte do município, acionista único da empresa, e 253 mil euros do IAPMEI, ao abrigo do apoio às empresas na retoma de atividade.



cimlt 2022

PUB

scalhidraulica 2021

PUB

PUB

Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

armyaqua

PUB

almeirim adocao

Quem está Online?

Temos 747 visitantes e 0 membros em linha