O PS de Salvaterra de Magos quer desencadear os procedimentos legais para separar as freguesias que estão atualmente em União de Freguesias, repondo a organização territorial que o concelho tinha antes da chamada “Lei Relvas”, promovida pelo governo PSD/CDS em 2013.

wshoppingSlide thumbnail

O grupo do PS na Assembleia Municipal de Salvaterra de Magos apresentou uma recomendação à Mesa deste órgão no sentido de contatar as Assembleias de Freguesia de Salvaterra de Magos e Foros de Salvaterra, Glória do Ribatejo e Granho, com vista a dar início ao processo.
“Para cumprir este desiderato”, segundo uma nota do PS local, “os órgãos das freguesias em causa devem ser incentivados a providenciar, no decurso do presente mandato, todos os procedimentos administrativos, jurídicos, logísticos, financeiros e patrimoniais, entre outros, que permitam garantir a equidade na separação e a realização em 2025 de eleições para as seis Assembleias de Freguesia”.
Entre o conjunto de propostas que o PS entregou na última sessão da Assembleia Municipal, realizada esta sexta-feira, 22 de outubro, estão também a criação de uma Assembleia Municipal Jovem com regulamento próprio, e a transmissão em direto das sessões deste órgão através das redes sociais da Câmara de Salvaterra de Magos.