O socialista Tiago Preguiça, de Santarém, é o novo diretor-geral da Segurança Social. A nomeação, em regime de substituição, foi publicada em Diário da República esta segunda-feira, 19 de abril, e produz efeitos desde o dia 12 deste mês.

Slide thumbnail

Tiago Preguiça, de 34 anos, é licenciado em Estudos Europeus pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra e tem Pós-graduação em Ciência Política e Relações Internacionais - Segurança e Defesa pelo Instituto de Estudos Políticos da Universidade Católica Portuguesa.

Atualmente e desde outubro de 2019, exercia funções como assessor do Gabinete do Primeiro-Ministro, António Costa, tendo como responsabilidade principal o acompanhamento das matérias relacionadas com a segurança social, a ação social, o trabalho e o emprego, bem como a Concertação Social e as relações sindicais, entre outras.

Antes, entre junho de 2018 e outubro de 2019, exerceu funções de chefe do Gabinete do Ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, cargo que ocupou depois de ter sido adjunto de Vieira da Silva.

Foi ainda técnico especialista do Gabinete do Secretário de Estado do Emprego e consultor na área da comunicação institucional e corporativa em agências de comunicação.

Tiago Preguiça foi presidente da Juventude Socialista concelhia e distrital de Santarém e exerceu ainda o cargo de presidente da Comissão Nacional da Juventude Socialista, órgão máximo da estrutura de jovens socialistas entre congressos.

Nas últimas eleições legislativas, Tiago Preguiça foi escolhido pela concelhia socialista para ser candidato pelo distrito à Assembleia da República. No entanto, a distrital, liderada então pelo deputado António Gameiro, que a semana passada anunciou a sua desistência da candidatura à Câmara de Ourém por estar a ser investigado por suspeitas de corrupção, acabou por ignorar o sentido de voto da concelhia e substituir Tiago Preguiça por Manuel Afonso, que nem sequer tinha sido votado, mas que acabaria por ser eleito deputado e entretanto apresentado como cabeça de lista do PS à Câmara de Santarém.