PUB

banner chamusca covid mata

PUB

cms covid 2021b

Imagem de Arquivo / Ilustrativa

As Comunidades Intermunicipais (CIM) da Lezíria e Médio Tejo estão entre as que vão ser compensadas pelo maior volume de deslocações pendulares com um reforço para apoiar o financiamento dos passes sociais.

Slide thumbnail

A medida foi confirmada esta quarta-feira, pelo ministro do Ambiente e da Ação Climática, João Pedro Matos Fernandes, que explicou na Comissão Parlamentar de Economia, Inovação, Obras Públicas e Habitação, que os critérios do PART [Programa de Apoio à Redução Tarifária nos Transportes] para 2021 vão ser corrigidos.

“Centenas de cidadãos do distrito de Santarém poupam centenas de euros com o PART, nomeadamente nas ligações pendulares que o distrito de Santarém tem com Lisboa”, afirmou o deputado do PS eleito por Santarém, Hugo Costa, durante a audição ao ministro.

Matos Fernandes, que tutela os transportes urbanos, revelou que a distribuição das verbas do PART por todo o território de Portugal continental passará a considerar o critério das deslocações inter-regionais. “Se calhar [estamos a falar de] passar de um milhão para um milhão e trezentos mil”, exemplificou o ministro na audição no Parlamento.

O despacho para formalizar esta alteração deverá ser publicado nos próximos dias. As CIM terão 15 dias para apresentar os planos para utilização das verbas.



Slide thumbnail

PUB

PUB

Scalhidraulica

PUB

Aguas Ribatejo Atendimento 012 222

Quem está Online?

Temos 353 visitantes e 0 membros em linha