PUB

banner santarem generico

Imagem de Arquivo / Ilustrativa

Uma reunião com cerca de uma dúzia de militantes do Chega do distrito de Santarém terminou com agressões a um militante e insultos ao vice-presidente do partido, Nuno Afonso, que é também o coordenador autárquico nacional, e que estava no local para esclarecer sobre o processo das autárquicas de 2021.

Slide thumbnail

A reunião aconteceu a 5 de dezembro mas só agora as agressões foram confirmadas. Na sua página do Facebook, a Presidente da Comissão Política Distrital de Santarém do Chega, Manuela Estêvão, esclarece que, a pedido de alguns militantes, que pretendiam esclarecimentos sobre o processo das eleições autárquicas de 2021, convidou Nuno Afonso para prestar os esclarecimentos solicitados.

Dos cerca de 800 militantes do distrito foram convidados cerca de uma dúzia – a capacidade da Casa do Brasil segundo o plano de contingência para a Covid-19 – mas, já com a reunião iniciada, a mesma foi interrompida por três membros da comissão instaladora do Chega de Salvaterra de Magos e uma ex-dirigente do Chega de Coruche, que começaram por pedir esclarecimentos sobre o facto de não terem sido convocados.

Manuela Estêvão diz que esclareceu os motivos e “convidou” os quatro a sair da sala, e terá sido aí que as coisas se precipitaram.

“Três dos quatro ficaram no fundo da sala e uma irrompeu pela sala com insultos e palavras pouco próprias, tendo-se dirigido ao vice-presidente e de seguida a um militante, dando lhe 2 murros”, esclarece a presidente da distrital.

A PSP foi chamada ao local e identificou cinco pessoas, tendo a alegada agressora sido assistida por ter ficado com lesões nas mãos após os murros que desferiu.

Manuela Estêvão lamenta o sucedido e refere que os militantes do Chega de Santarém “são pessoas de bem e não podemos confundir a árvore com a floresta”.

CONCELHIA DESMENTE VERSÃO DA PRESIDENTE

Também através do Facebook, a Comissão Instaladora da Concelhia de Salvaterra de Magos Chega apresenta uma versão diferente dos factos, referindo que solicitou vários esclarecimentos sobre a reunião, que nunca foram prestados.

Já na reunião, confirmam que houve desacatos, mas referem que as primeira ofensas “foram a uma SRa que não pertence à Comissão Instaladora da Concelhia de Salvaterra de Magos, mas que não deixa de ser Militante do Partido e Senhora”.

Os membros de Salvaterra dizem que também foram ofendidos por um espectador dessa mesma reunião e em relação a essas ofensas foi apresentado o respectivo processo crime.

"De maneira alguma qualquer elemento da CICSM esteve ou agiu em desconformidade com as regras da urbanidade, educação ou simplesmente agiu contra a lei e/ou direito", pode ler-se co comunicado da comissão instaladora de Salvaterra.



PUB

PUB

Scalhidraulica

PUB

Aguas Ribatejo Atendimento 012 222

Quem está Online?

Temos 350 visitantes e 0 membros em linha