PUB

chamusca paulo betti

PUB

cms generico

PAULO CRISTIANO MARQUES

Muitos de vós sabem já que a Bola de Berlim é um “instituição”, verão após verão, nas praias Algarvias. O que se calhar não sabem é que não bastava o governo querer privatizar tudo e mais alguma coisa e concessionar o restante, mas também agora temos as Bolas de Berlim concessionadas e mais… Temos o creme das Bolas de Berlim concessionado…

Ora, assim temos praias onde determinada esplanada tem o exclusivo absoluto das Bolas de Berlim com creme, os outros desgraçados das restantes esplanadas têm de se contentar com uns pastelinhos de nata. Mas o pior fica para os vendedores ambulantes, mais fiscalizados que os veículos de uma operação stop, que podem vender Bolas de Berlim, sim senhor, mas não podem vender Bolas de Berlim com creme…

Sabendo então, por experiência profissional em tempos idos, que o referido creme não contém quaisquer vestígios de ovo fresco… aliás, a maioria nem sequer de ovo, fica a questão do porquê da policia marítima fiscalizar os referidos vendedores ambulantes, não para saber se podem ou não vender, não para saber se pagam ou não impostos, mas para saber se as referidas Bolas de Berlim têm ou não têm creme. Para esse acto confirmar, não trincam as bolas, como seria de esperar, mas enfiam os dedos pela bola adentro e esventram-nas, expondo as suas entranhas à procura do precioso creme.

Tudo isto seria cómico, ou pelo menos caricato, se não fosse o Zé povinho a pagar tais demandas, o que vem mesmo de encontro ao estado actual do país, ou seja, continuam a procurar e a invejar os bolsos dos desgraçados que caminham a passos largos para a miséria, se não estão já lá.

Continuamos assim a brigar por miudezas, quando os tubarões, com os inúmeros governos nacionais e regionais à cabeça, continuam a delapidar o esforço do nosso trabalho. Continuamos a regatear uns tostões deste ou daquele, quando deixamos que nos roubem impunemente por todos e de todos os lados. Já não há decência, já não há pachorra para tanta chulice, venha ela em forma de impostos, de ausência de salários, ou de taxas mafiosas.

Paulo Cristiano Marques



PUB

PUB

PUB

Rede Regional

Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

Quem está Online?

Temos 642 visitantes e 0 membros em linha