PUB

chamusca covid

PUB

banner cms vamostodosficarbem

MARCO OLIVEIRA DOMINGOS, Assessor de Comunicação

O programa “Portugueses pelo Mundo”, da RTP, é uma espécie de conto de fadas adaptado ao pequeno ecrã. A ideia é mesmo essa, mostrar os casos de sucesso dos portugueses que partiram em busca de oportunidades noutros países.

À conta do programa, já dei por mim a vender pastéis de nata em Beijing, frango no churrasco em Budapeste ou enchidos alentejanos em Bratislava.

Há dias um amigo empresário confessava que é cada vez mais difícil ficar por Portugal. Os altos impostos, a grande depressão financeira e a dificuldade em receber muito do trabalho que produz, são uma motivação adicional para imaginar a vida noutro país.

Mas pouco depois acabou por me descansar. Enquanto acreditar que é possível fazer a diferença e lutar por um pouco do seu país, ficará teimosamente.

Deixar o nosso país em busca de uma vida melhor é uma decisão cada vez mais comum. Todos os dias há centenas de pessoas a fazê-lo. Mas nem todos triunfam. Nem todos os emigrantes vivem felizes e perfeitamente integrados como acontece no “Portugueses pelo Mundo”. Nesse programa o final é sempre feliz. Há sonhos, sorrisos e felicidade a rodos. Como nos contos de fadas.

Fora do ecrã, há muitos portugueses pelo mundo com cada vez mais vontade de voltar para a sua terra. Lutar aqui, ao nosso lado, por um país melhor, mais justo, mais eficiente.

Dizia-me um amigo meu, que, para conhecer as enormes potencialidades de Portugal, foi preciso emigrar, estar longe de tudo e de todos. Quer voltar. Tem sonhos. Tem projectos.

Como eu o entendo. Portugal precisa que lutemos por ele.

 

Marco Oliveira Domingos

Assessor de comunicação



PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

ctx covid 19

PUB

Quem está Online?

Temos 811 visitantes e 0 membros em linha