Sex, 23 Fevereiro 2024

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

Siga o nosso canal de WhatsApp e fique a par das principais notícias.

Skaters arrasam skate parque de 75 mil euros mesmo antes da inauguração

Apesar de ainda nem sequer ter sido oficialmente inaugurado, o novo skate parque de Santarém já está a ser alvo de duras críticas e uma enorme indignação por muitos elementos da comunidade skater, tendo em conta o preço que a Câmara está a pagar por ele – quase 75 mil euros – e a alegada falta de qualidade da meia dúzia de equipamentos instalados.


Contatado pela Rede Regional, o mentor do projeto, Artur Casaca, diz-se de “consciência absolutamente tranquila” quer em relação ao custo, quer em relação à qualidade dos materiais.
“As rampas foram todas construídas com madeira nórdica e as estruturas em tubo galvanizado, que não ganha ferrugem. São os melhores materiais, e por isso são caros”, explica Artur Casaca, garantindo que os equipamentos foram pensados para resistir ao clima e para serem utilizados por outras modalidades de desportos radicais.
O equipamento foi experimentado pela primeira vez esta sexta-feira, 11 de agosto, para o “6º Open de Skate Scalabitano”, mas as críticas da própria comunidade skater nas redes sociais tornaram-se virais e são verdadeiramente arrasadoras.
“Hoje, a comunidade skater (e não skater, apenas como contribuintes) ficou estarrecida com as condições apresentadas. Hoje fomos chamados de ignorantes sem palavras, hoje fomos destratados por esta obra”, escreve um “pai de três filhos”, garantindo que não voltará ao local, num desabafo no Instagram onde tem dezenas de comentários a apoiar a sua revolta em relação ao skate parque.
Trata-se de um equipamento “onde as sombras inexistentes se fundem numa sintonia perfeita com o chão rugoso e áspero, que serve de suporte a rampas de inclinação fantasmagórica e utilidade praticamente inexistente”, acrescenta na mesma publicação, onde pede “respeito pelos impostos dos contribuintes e pelos sonhos de todos”.
Nos comentários, sucedem-se as manifestações de apoio e a vontade de concretizar “o sonho” de ter um skate parque a sério.

Skate parque de 75 mil euros entregue por consulta prévia
A “Aquisição e Instalação de Rampas Movíveis para a Prática de Skateboarding” foi adjudicada pela Câmara de Santarém por 74.880 euros, em consulta prévia, a Artur Georgio Pião Casaca, um scalabitano que se define como “empreendedor”, e bastante conhecido na cidade e no mundo do skate, ao qual sempre esteve ligado.
Segundo o Caderno de Encargos, o projeto exige apenas a construção e entrega de cinco rampas, com as respetivas especificações técnicas, o que, desde logo, levanta dúvidas acerca do valor pago pelas mesmas.
A documentação disponível no Portal Base.Gov é omissa em relação aos restantes concorrentes contatados no âmbito do processo de consulta prévia.
As rampas foram apresentadas aos praticantes e ao público esta sexta-feira, 11 de agosto, durante o “Scalabis Youth Days”, um evento de dois dias na Casa do Campino, também organizado por Artur Georgio Casaca, e serão oficialmente inauguradas este sábado, às 18 horas.
A Rede Regional contatou o vereador Diogo Gomes, que remeteu esclarecimentos para mais tarde, e apenas por escrito.

 

3 respostas

  1. A indignação é pelo facto de ser 75.000€ em 5 rampas e nao fizeram mais nada. Em Leiria custou 50.000 e tem 40 vezes mais qualidade e segurança.. e nao vamos falar de outros pelo país..

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

3 respostas

  1. A indignação é pelo facto de ser 75.000€ em 5 rampas e nao fizeram mais nada. Em Leiria custou 50.000 e tem 40 vezes mais qualidade e segurança.. e nao vamos falar de outros pelo país..

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Notícias Relacionadas

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB