Seg, 15 Julho 2024

PUB

RODAPE-CONTEUDOS

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

Siga o nosso canal de WhatsApp e fique a par das principais notícias.

Quase meia centena de trabalhadores despedidos na Segurança Social de Santarém

Uma boa parte dos despedidos trabalha na sede da Segurança Social
Uma boa parte dos despedidos trabalha na sede da Segurança Social

Os deputados do Partido Socialista eleitos pelo círculo eleitoral de Santarém entregaram esta terça-feira, 2 de dezembro, na Assembleia da República, um requerimento questionando o Governo sobre os critérios tidos na seleção dos mais de 40 trabalhadores da Segurança Social do distrito que foram incluídos na “requalificação-despedimento” em curso naquela instituição.

No requerimento, os deputados Idália Serrão, João Galamba e António Gameiro, querem saber “quais as categorias profissionais, número efetivo de trabalhadores e áreas de função afetados com a decisão do Governo”, a que concelhos se encontram adstritos esses trabalhadores e quais as funções atualmente desempenhadas por cada um deles.

Os deputados questionam ainda o Governo se está “em condições de assegurar, sob palavra de honra, que todos estes trabalhadores manterão um posto de trabalho sem perda de dignidade e direitos que usufruem atualmente”.

O requerimento explica que no dia 13 de novembro, “mais de quatro dezenas de trabalhadores, presumivelmente 40 assistentes operacionais e quatro educadoras, foram atingidos e ‘intimados’ a entregarem, no prazo de cinco dias, os respetivos currículos para análise, com vista à sua ‘requalificação’, terminologia com que o Governo parece querer esconder a intenção objetiva de ‘despedimento’”.

No total, em todo o país, a direção de recursos humanos da Segurança Social propôs a redução de 697 postos de trabalho (526 assistentes operacionais, 139 docentes, 22 técnicos de terapêutica, sete enfermeiros e três técnicos de orientação escolar/social).

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Notícias Relacionadas

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB