Sex, 1 Março 2024

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

Siga o nosso canal de WhatsApp e fique a par das principais notícias.

Menino que morreu no rio Tejo era de Almeirim

O menino de 13 anos que morreu afogado este domingo, 21 de agosto, no Rio Tejo, em frente à praia fluvial de Valada, no concelho do Cartaxo, chama-se Flávio Ferreira e é residente no concelho de Almeirim, onde jogava nos escalões de formação do Futalmeirim.


Em comunicado na sua página de Facebook, o clube deixa uma sentida homenagem ao jovem que ingressou no clube na temporada passada, onde jogou no escalão de infantis e este ano iria subir ao escalão de iniciados.

{creativeslider id=”15″}
“O Flávio chegou o ano passado aos infantis. Menino doce, meigo com uma vontade enorme de vencer e uma sede de aprender.

Flávio, desculpa por já não ter ido a tempo de te apresentar como renovação e subida de escalão aos iniciados.

A tua mãe hoje ao telefone sem conseguir conter a emoções disse-me que o Falcão era o menino que mais admiravas apesar de gostares de todos os outros.

Agora do lugar onde estiveres continua a torcer por nós e a veres o teu amigo Falcão.

A toda a família do Flávio que é também a nossa família, não temos palavras para expressar o nosso sentimento e não conseguimos sequer imaginar o tamanho da vossa dor, mas estamos aqui, sempre. De Todos Um”, refere a publicação.

Como a Rede Regional avançou na tarde de ontem, Flávio Ferreira, que estava a passar o dia com a família no rio Tejo, na zona do Escaroupim, Salvaterra de Magos, terá caído por acidente à água quando estava a andar de barco com um familiar, e foi inicialmente dado como desaparecido.

O alerta foi dado às 19h07 e quando os Bombeiros Municipais do Cartaxo chegaram ao local, o menor já estava no acesso à marina de Valada do Ribatejo, inanimado, tendo ainda sido alvo de manobras de reanimação que duraram vários minutos, mas que se revelaram infrutíferas.

O óbito acabou por ser declarado no local pelas 20h40.

Os familiares estão a receber apoio psicológico de equipas do INEM.

As operações de socorro contaram com 15 operacionais, apoiados por oito veículos.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Notícias Relacionadas

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB