Qui, 23 Maio 2024

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

Siga o nosso canal de WhatsApp e fique a par das principais notícias.

Mãe desesperada está à beira de ficar sem casa

A vida está bastante complicada para Alcina Bento, uma mulher de 38 anos que está na iminência de ser obrigada a sair da casa onde habita, um anexo de uma vivenda na Romeira, concelho de Santarém.


Com dois filhos menores a seu cargo e sem ajudas sociais, perdeu recentemente o emprego e não tem rendimentos para arrendar nova habitação com um custo mais elevado.
“Não sei mesmo o que mais posso fazer. Já recorri à Câmara e estou desde 2017 à espera de uma resposta a um pedido de habitação”, explicou à Rede Regional Alcina Bento, lamentando que, até agora, só tenha esbarrado na burocracia dos serviços de ação social da autarquia. “Dizem que tenho que aguardar porque há casos mais urgentes que o meu, mas acho que tenho esse direito porque estou sozinha e com duas crianças à minha guarda”, acrescenta.
À Rede Regional, a Câmara de Santarém explica que os fogos municipais com condições de habitabilidade estão todos atribuídos, de momento.
A autarquia acrescenta estar a melhorar as condições nas restantes casas de habitação social desocupadas, às quais Alcina Bento “poderá candidatar-se”, depois de aberto o concurso.
A nível do município, a mulher está sinalizada não como um caso urgente, mas apenas como uma “situação de dificuldade económica em suportar o valor de renda no mercado privado”. Acrescente-se que Alcina Bento tem procurado outras casas para arrendar, a valores que possa suportar, mas sem qualquer sucesso, até ao momento.
E perante o aproximar do novo ano letivo, sobra o desespero de quem diz mesmo “já não saber o que fazer”.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Notícias Relacionadas

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB