Dom, 3 Março 2024

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

Siga o nosso canal de WhatsApp e fique a par das principais notícias.

Inspetor da PJ conta que “havia sangue espalhado por toda a casa”

O inspetor da Polícia Judiciária (PJ) que chefiou a investigação ao homicídio de Ana Lúcia Oliveira, a prostituta que foi assassinada num apartamento na Travessa das Frigideiras, em Santarém, disse ter ficado impressionado com as marcas de violência com que se deparou ao entrar no local do crime.


“Havia sangue espalhado por toda a casa”, relatou o inspetor chefe na primeira sessão do julgamento deste caso, que começou esta quinta-feira, 27 de fevereiro, no Tribunal de Santarém.
O principal suspeito do crime, Yuren Teixeira, um técnico de informática de 32 anos, detido pela PJ três meses após o homicídio, optou por se remeter ao silêncio, nesta fase do julgamento.
Sentado no banco dos réus, o arguido ouviu o inspetor explicar que a PJ recolheu no local vários vestígios hemáticos que o ligam ao crime.
Além do sangue da vítima, os inspetores encontraram manchas de sangue de uma outra pessoa, o presumível homicida, no vidro de uma porta, que foi partido para tentar abrir o trinco da porta pelo lado de dentro, o que indicia que alguém terá tentado entrar à força no apartamento.
O inspetor explicou ainda que Ana Lúcia Oliveira teria quatro telemóveis, dois deles usados para contatos com potenciais clientes, e um apenas para uso pessoal e contatos com a família, aparelho que foi encontrado no apartamento onde o arguido residia há poucos meses, em Santarém, escondido atrás do tudo de exaustão do esquentador.
Nesta sessão, foram ainda ouvidos um amigo de Ana Lúcia Oliveira que encontrou o corpo e deu de seguida o alerta às autoridades, o proprietário do apartamento onde Yuren Teixeira residia, e o ex-marido da vítima, que estava na Bélgica aquando dos factos e disse desconhecer em absoluto que a mulher se dedicava à prostituição.

Mais informações em:
Assassino apanhado por guardar telemóvel de prostituta

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Notícias Relacionadas

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB