Dom, 3 Março 2024

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

Siga o nosso canal de WhatsApp e fique a par das principais notícias.

Homem que desenterrou corpo acusado de profanação de cadáver

O homem de 39 suspeito de ter sido o autor de pelo menos um dos dois levantamentos não autorizados de cadáveres no cemitério da Póvoa da Isenta, no concelho de Santarém, foi detido, constituído arguido e ficou sujeito a Termo de Identidade e Residência.


Inicialmente o suspeito, apanhado em flagrante ao início da tarde desta segunda-feira, 17 de janeiro, a levantar um corpo que tinha sido sepultado no dia anterior, foi conduzido ao Hospital Distrital de Santarém, onde o seu estado foi avaliado ao abrigo da lei de saúde mental.

Fonte da GNR confirmou à Rede Regional que o homem foi entretanto formalmente detido por profanação de cadáver, situação relacionada com o caso de ontem, não estando ainda provada a relação com o caso ocorrido a 12 de janeiro, que o nosso jornal noticiou em primeira mão.

Segundo o presidente da Junta de Freguesia da Póvoa da Isenta, José João Pedro, o homem, que não é da freguesia mas já lá mora há algum tempo numa casa alugada, tinha sido visto anteriormente a varrer o espaço junto à campa que apareceu destapada a 12 de janeiro e a regar flores de plástico, o que levantou algumas suspeitas sobre o seu estado de saúde mental.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Notícias Relacionadas

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB