Sex, 23 Fevereiro 2024

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

Siga o nosso canal de WhatsApp e fique a par das principais notícias.

Homem acusado de violar a própria filha

santaremtribunalfachadalateral

O Tribunal de Santarém vai começar a julgar um homem de 52 anos que é suspeito de ter violado a própria filha em pelo menos cinco ocasiões, entre 2011 e outubro de 2013.

A menor tinha apenas 5 anos quando começou a ser vítima da lascívia do pai, que está acusado pelo Ministério Público (MP) de um crime de abuso sexual de criança agravado, de trato contínuo.

Segundo o despacho de acusação, a que a Rede Regional teve acesso, os abusos começaram na casa onde residiam, em São Domingos, Santarém, e terminaram em Massamá, para onde a mãe e a menor se mudaram em 2013.

O arguido, serralheiro mecânico de profissão, esteve a trabalhar durante três anos em Moçambique, até agosto de 2011, quando um grave acidente de trabalho o obrigou a regressar a Portugal.

O homem foi viver novamente com a companheira, mãe da vítima, mas não faziam vida de casal porque o arguido teve um outro relacionamento em África, que era do conhecimento da mulher.

Desempregado, o arguido cometeu os abusos quando a mãe saía para trabalhar.

Segundo o MP, o homem mostrou filmes pornográficos à criança, forçando-a a imitar algumas cenas para obter satisfação sexual, e coagindo depois a menor a não contar nada a ninguém.

O caso foi descoberto depois da vítima ter narrado as coisas que o pai lhe fazia à madrinha, que alertou a mãe para apresentar queixa-crime.

Quando a Polícia Judiciária o confrontou com os factos de que era suspeito, o arguido admitiu que poderia ter tentado fazer mal à menina, mas que tinha obtido o perdão de Deus na Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, à qual tinha aderido entretanto.

Segundo o que consta do processo, chegou a invocar as escrituras para afirmar que o passado não lhe interessava, preferindo esquecê-lo, e que já tinha pedido desculpa à filha.

O arguido, que está em liberdade, vive hoje do Rendimento Social de Inserção e das ajudas que esta igreja lhe presta.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Notícias Relacionadas

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB