Sáb, 13 Abril 2024

PUB

RODAPE-CONTEUDOS

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

Siga o nosso canal de WhatsApp e fique a par das principais notícias.

Grupo de cidadãos pede tratamento de exceção para deficiente

benaventesamoralarpadretobias

Um grupo de cidadãos de Samora Correia está a solicitar à direção da Fundação Padre Tobias que acolha no seu lar residencial um deficiente profundo de 45 anos, portador de trissomia 21, obesidade e um elevado condicionamento no desenvolvimento cognitivo.

O apelo público, que é também dirigido à Segurança Social e à Diocese de Évora, surge porque o homem, Carlos Bexiga, foi colocado num lar privado em Foros de Salvaterra, concelho de Salvaterra de Magos, por falta de vaga no Centro de Bem Estar Social Padre Tobias, em Samora Correia, e no lar do CRIB, em Benavente.

A mensalidade neste lar ronda os 500 euros, sem contar com os custos das fraldas e da medicação, valores que a família do deficiente não tem capacidade para suportar.

A mãe, de 82 anos, aufere uma reforma precária e a pensão de invalidez de Carlos Bexiga, e não se está a adaptar à distância que, neste momento, a separa do filho, uma vez que depende de outros familiares e amigos para o visitar.

“O Carlos tem uma grande dependência da mãe” e “precisa do contacto com os seus amigos de sempre e com a sua terra, que adora, para viver”, assinalam os subscritores do movimento, que pedem para que a sua transferência para o lar Padre Tobias “seja considerada prioritária”.

“Será assim dado cumprimento à vontade do patrono desta instituição, o padre Felício Tobias, que deixou toda a sua fortuna e património para servir os “pardalitos” (crianças) filhos dos rurais de Samora Correia e os idosos desta terra, como consta no seu testamento”, explica um comunicado do grupo de cidadãos.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Notícias Relacionadas

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB