Dom, 3 Março 2024

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

Siga o nosso canal de WhatsApp e fique a par das principais notícias.

Governo e autarquia acordam nova esquadra da PSP no Entroncamento

O Ministério da Administração Interna, a Câmara Municipal do Entroncamento e a Polícia de Segurança Pública, assinaram esta terça-feira, 21 de março, no salão nobre da autarquia, o Contrato de Cooperação Interadministrativo para obras de construção da nova esquadra da Polícia de Segurança Pública do Entroncamento, homologado pelo Ministro da Administração Interna, José Luís Carneiro.


O documento define o financiamento para a construção da nova esquadra, uma infraestrutura que permitirá à PSP ter um local ajustado à sua atividade, dotado de condições de funcionalidade e operacionalidade. O contrato refere que após concluída a empreitada de construção das instalações, a Câmara Municipal compromete-se a cedê-las, em regime de comodato, à Polícia de Segurança Pública.

O presidente da Câmara Municipal do Entroncamento, Jorge Faria considera que “a concretização deste projeto, com tantos avanços e recuos ao longo dos anos, é um elemento de vital importância na estratégia de segurança e bem-estar da população do Entroncamento”.

“Hoje firmamos mais um passo na sua concretização e que vem dar resposta a um dos anseios mais antigos das gentes e das Forças de Segurança do Entroncamento”, disse, explicando que “será um investimento que ascende a cerca de 2, 029 milhões de euros com financiamento através do presente contrato assegurado pela administração central.

O diretor nacional da Polícia de Segurança Pública, superintendente Magina da Silva afirmou que “instalações adequadas, em que as pessoas se sintam bem a trabalhar é um dos fatores fundamentais para a motivação dos polícias. É muito importante o que estamos aqui a fazer porque certamente vai motivar polícias a exercer as suas funções na Esquadra do Entroncamento.”

Já o ministro da Administração Interna, José Luís Carneiro, realçou que se passou “das palavras às ações, concretizando um objetivo que tem 20 anos e agora colocamos nas mãos da Câmara Municipal, 2 milhões e 20 mil euros para lançar durante o mês de abril o concurso público, para se tudo correr como previsto em setembro ou outubro possamos assinar o auto de consignação, o mesmo é dizer, entregar ao empreiteiro a responsabilidade de execução da obra.”

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Notícias Relacionadas

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB