Qui, 13 Junho 2024

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

Siga o nosso canal de WhatsApp e fique a par das principais notícias.

Calema e Cuca Roseta nas festas de São José em Santarém

santaremfestascidademusicos

Os Calema e Cuca Roseta são os nomes mais sonantes do cartaz de espetáculos das Festas de São José, ou festas da cidade, que vão animar Santarém entre 15 e 19 de março, dia do pai e feriado municipal.

Em termos de música, ao longo dos cinco dias, há propostas para todos os gostos, sensibilidades e idades, numas festas que pretendem ser ecléticas o suficiente para atrair todos os tipos de públicos ao Campo Infante da Câmara, que o ano passado recebeu verdadeiras enchentes nas noites mais fortes

Os Calema, dupla formada pelos irmãos Fradique e António, bastante popular entre o público mais jovem, sobe ao palco principal a 17 de março, numa noite que será encerrada pela DJ Olga Ryazanova, que assim regressa às Festas de São José.

Já Cuca Roseta, fadista da nova geração nascida em Lisboa, atua no domingo, dia 18, antes do DJ Paulino Coelho.

Ainda no que se refere ao programa musical, destaque para o festival de tunas e para a homenagem a António Pelarigo, fadista scalabitano falecido recentemente, ambas no dia 15 de março, para a atuação dos Hi-Fi na sexta, dia 16, e para o concerto do 72º aniversário da Orquestra Típica Scalabitana no sábado, 17, num espetáculo onde também subirá ao palco a banda Três Bairros.

Atividades para todos os gostos

O programa oficial das festas de São José conta com dezenas de atividades desportivas de várias modalidades, jogos tradicionais, exposições e iniciativas culturais por toda a cidade, envolvendo o movimento associativo do concelho e os agrupamentos de escolas.

Tendo em conta que também assinalam também o dia da cidade de Santarém, outros dos habituais pontos altos das festas será a missa solene e procissão etnográfica em honra de São José, que se realiza na tarde de segunda, 19 de março, na igreja da Sé e nas principais ruas do centro histórico.

As tradições taurinas são outro dos pontos fortes das festas da cidade, com um conjunto de atividades que pretendem assinalar “o grande enraizamento” da festa brava a nível do concelho, segundo explicou Ricardo Gonçalves, o presidente da Câmara, durante a conferência de imprensa que serviu para apresentar o programa.

O principal destaque vai para os dois festivais taurinos que a empresa Aplaudir vai realizar no sábado, 17 de março, na Monumental Celestino Graça, cujas receitas revertem a favor das vítimas dos incêndios de Pedrogão Grande.

De resto, repetem-se as atividades do “Vamos Brincar aos Toiros”, um programa de animação diário para crianças que se reparte entre o centro histórico e o recinto das festas, e todos os dias vão realizar-se largadas de toiros na manga do Campo Infante da Câmara, que terminam já de madrugada.

A Casa do Campino fica reservada para a feira de artesanato das instituições particulares de solidariedade social (IPSS’s) do concelho e para os espaços de restauração e doçaria.

A feira de artesanato vai também servir para divulgar o trabalho desenvolvido pelos grupos de dadores de sangue do concelho.

“Esta é uma das novidades deste ano, e esperamos que ajude a captar novos voluntários, mais jovens, para combater um certo envelhecimento dos atuais dadores”, salientou Ricardo Gonçalves.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Notícias Relacionadas

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB