Dom, 3 Março 2024

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

Siga o nosso canal de WhatsApp e fique a par das principais notícias.

Cadastrado em fuga tenta atropelar militar da GNR

Um homem que era procurado para cumprir uma pena de cinco anos de prisão tentou atropelar mortalmente um militar da GNR durante uma perseguição entre as aldeias da Concavada e Alvega, no concelho de Abrantes.


O arguido, de 47 anos, vai responder no Tribunal de Santarém por um crime de homicídio qualificado na forma tentada, um de condução perigosa de veículo rodoviário e dois de dano, pelos estragos que provocou em viaturas da Guarda.
Os factos remontam a 8 de abril de 2019, data em que a GNR de Abrantes foi alertada que o sujeito estaria na Concavada, na companhia de uma mulher e ao volante de um Mercedes. Sobre o arguido, pendia um mandado de condução à prisão para cumprimento de uma pena de 5 anos por furto qualificado e atentado à segurança de transporte rodoviária, que tinha transitado em julgado quatro meses antes, no Tribunal de Leiria.
A GNR deslocou várias patrulhas para o local, mas o homem encetou de imediato uma fuga a alta velocidade em direção a Alvega, depois de embater num dos carros da Guarda e desobedecer às ordens de paragem.
Quando seguia pela Estrada Nacional 118, uma patrulha da GNR, que vinha em sentido contrário, atravessou a sua viatura na estrada para bloquear a passagem ao arguido, que acelerou e tentou passar pelo lado esquerdo do carro da GNR.
O militar que estava desse lado só não foi atropelado mortalmente porque conseguiu saltar de imediato para uma valeta na berma, segundo a Acusação do Ministério Público, a que a Rede Regional teve acesso.
O fugitivo acabou por ser capturado e encontra-se atualmente a cumprir pena de prisão no Estabelecimento Prisional de Alcoentre.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Notícias Relacionadas

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB