Sáb, 24 Fevereiro 2024

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

Siga o nosso canal de WhatsApp e fique a par das principais notícias.

Atropelou três crianças e fugiu do local do acidente

O homem que atropelou três crianças e fugiu do local do acidente em Atouguia, concelho de Ourém, vai começar a responder no Tribunal de Santarém esta segunda-feira, 3 de fevereiro, por três crimes de ofensa à integridade física por negligência e um por omissão de auxílio.


Os factos remontam à tarde de 16 de agosto de 2015, quando o arguido, Joaquim Rocha, colheu três rapazes que tinham, à data, 12, 13 e 14 anos, e que passeavam de bicicleta numa estrada municipal que liga as aldeias de Atouguia e Alvega, sem parar para lhes prestar ajuda.
Segundo o Despacho de Acusação do Ministério Público (MP), a que a Rede Regional teve acesso, o arguido tinha estado a consumir álcool em quantidades moderadas num café da localidade, antes de pegar na viatura com que atropelou as vítimas, um ligeiro de passageiros propriedade da empresa para a qual trabalhava.
Para o MP, o arguido conduzia a uma velocidade inadequada às caraterísticas da via, e com desrespeito pelas mais elementares regras de condução, razões pelas quais invadiu a faixa de rodagem oposta e não conseguiu evitar o embate com os menores.
Em vez de parar, o homem, de 50 anos e motorista de pesados de profissão, optou por ir estacionar a viatura nas instalações da empresa e dirigiu-se para as imediações de um ribeiro, onde permaneceu até às 7 horas da madrugada do dia seguinte, antes de se entregar voluntariamente no posto da GNR de Ourém.

Crianças sofreram ferimentos muito graves
Após o atropelamento, duas das vítimas caíram inanimadas no local do acidente, ao passo que o terceiro estava consciente à chegada das equipas de socorro, mas muito queixoso e com fraturas expostas.
Os dois miúdos mais velhos foram evacuados num helicóptero do INEM para o Hospital Pediátrico de Coimbra, onde um deles ficou internado vários dias em coma induzido, ao passo que a vítima mais nova foi transportada ao Hospital de Santa Maria, em Lisboa.
Segundo a Acusação, uma menina que também passeava de bicicleta no grupo, e que é irmã de um deles e seguia um pouco mais à frente, ainda acenou com os braços para os avisar da aproximação de um carro, mas tarde de mais.
O arguido reside em Atouguia, não muito longe do local do acidente, e ficou a aguardar julgamento sujeito apenas a termo de identidade e residência.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Notícias Relacionadas

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB