Sex, 14 Junho 2024

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

Siga o nosso canal de WhatsApp e fique a par das principais notícias.

133 pessoas retiradas das suas casas devido aos incêndios de Mação, Abrantes e Sardoal

incendio avioes

Mais de uma centena de pessoas teve de ser deslocada das suas casas nas últimas horas devidos aos incêndios que estão a afetar o norte do distrito de Santarém. Segundo a Proteção Civil, há 81 deslocados em Mação, 24 em Abrantes e 28 no Sardoal, num total de 133 pessoas, maioritariamente idosos.

Para se ter uma ideia do nível de destruição que as chamas têm provocado, o presidente da Câmara de Mação, Vasco Estrela, estima que 80 a 90% do concelho tenha ardido devido ao a este incêndio e ao que esteve ativo no final de julho.

“Acabei de dar uma volta por grande parte do perímetro do fogo, é desolador aquilo que se vê. O concelho está completamente destruído. É uma imensidão de problemas que aqui temos. Temos 80, 90% do concelho ardido, é esta a realidade, infelizmente”, disse Vasco Estrela, citado pela agência Lusa.

A autoestrada 23 (A23), que liga Torres Novas à Covilhã, este cortada durante várias horas entre o Nó de Mouriscas e Nó de Gardete mas foi reaberta pelas 5h20. As estradas cortadas são a EN 244-3, entre Louriceira e Serra, a EM 1284 entre Chão Codes e Vila de Rei, a EM 548, entre Chão de Codes e Aboboreira, e os Caminhos Municipais (CM) 1284, 75, e 1285.

Às 9h45 estavam no terreno 967 operacionais, apoiados por 280 viaturas e 15 meios aéreos.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Notícias Relacionadas

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB