Qui, 18 Abril 2024

PUB

RODAPE-CONTEUDOS

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

Siga o nosso canal de WhatsApp e fique a par das principais notícias.

Utentes chamados para vacinação e depois mandados embora

Um homem de 53 anos, portador de doença respiratória crónica, foi chamado com urgência para tomar a vacina contra a COVID-19 no centro de vacinação de Santarém, mas acabou por ser mandado para casa quando já estava dentro do gabinete médico, prestes a levantar a manga da camisa.


“Depois de passar por isto, acho que só podem andar a gozar com as pessoas”, desabafou à Rede Regional este utente, que pede reserva de identidade, e que se diz revoltado com esta situação, até porque não foi caso único entre os muitos munícipes chamados na terça-feira, 23 de fevereiro, à Casa do Campino.
Vigilante numa empresa privada de segurança, o homem estava a trabalhar a cerca de 100 quilómetros de Santarém quando recebeu duas chamadas telefónicas da Autoridade de Saúde, entre as 11 e as 11h30, a convocá-lo para estar no centro de vacinação da cidade pelas 13h30.
“Eu cumpri o horário. Fiz a admissão normalmente, preenchi a papelada toda e entrei para o gabinete”, explica o queixoso.
Só que, depois de algumas perguntas sobre a sua situação clínica, “a médica decidiu não administrar a vacina, e mandou-me embora dizendo que tinha sido chamado indevidamente”, acrescenta.
Além do transtorno pessoal e profissional, o utente não compreende onde possa estar o engano, pois está dentro da idade prevista nesta fase e sofre há cerca de 20 anos de uma doença respiratória que o introduz nos critérios de vacinação.
Contatado pela Rede Regional, a direção do Agrupamento de Centro de Saúde (ACES) da Lezíria confirma que foram efetivamente convocados vários utentes detentores “de comorbilidade, com DPOC com suporte ventilatório ou oxigenoterapia de longa duração”, e “constantes no plano nacional como de 1ª fase”.
Mas, o “que se verificou foi que alguns utentes não estavam nesta conformidade, quando avaliados”, e terão que ser vacinados na fase respetiva, acrescenta o ACES, sem dar outras justificações para a situação.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Notícias Relacionadas

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB