Sex, 1 Março 2024

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

Siga o nosso canal de WhatsApp e fique a par das principais notícias.

Maternidade de Abrantes regista 18% de crescimento

Durante o ano de 2023, nasceram 811 bebés na maternidade do Hospital de Abrantes, mais 123 que no ano transato, o que corresponde a um crescimento recorde de 18% a nível da natalidade na região do Médio Tejo.

Os números foram divulgados pela Unidade de Saúde Local do Médio Tejo (USLMT), que recorda que o bloco de partos desta unidade hospitalar desenvolveu a sua atividade assistencial em funcionamento alternado com outros hospitais desde junho de 2023.

Os hospitais que integram a USLMT, Abrantes, Torres Novas e Tomar, também “registaram um aumento significativo da sua atividade em 2023”, salienta o mesmo comunicado, destacando as “3.287 cirurgias convencionais (atos cirúrgicos que envolvem internamento dos utentes) em 2023, um salto quantitativo percentual de mais 21,3%”, e um aumento de 4% a nível das cirurgias de ambulatório.

Os Serviços de Urgência registaram 154.358 episódios (valor sensivelmente idêntico ao de 2022, com mais 221 urgências), mas, “no entanto, a urgência médico-cirúrgica da Unidade Hospitalar de Abrantes foi muito pressionada e fechou o ano com perto de 51 mil episódios de urgência atendidos (mais 2.311 atendimentos do que no ano transato e um crescimento percentual de 5%)”

O Serviço de Urgência de Ginecologia-Obstetrícia, em Abrantes, “assistiu mais 23% de utentes face a 2022: num total global do ano de 4.822 episódios de urgência – mais 899 episódios de urgência, não obstante o fecho quinzenal programado aos fins de semana, durante os cinco primeiros meses do ano”.

No que diz respeito aos dados referentes aos internamentos, houve, em 2023, mais 1.302 doentes que passaram pelas enfermarias dos três hospitais, “num acumulado de 17.615 utentes, o que significa um crescimento de 8%”, em que “o pioneiro modelo de internamento em Hospitalização Domiciliária está em destaque, uma vez que os internamentos “em casa” cresceram 38% e as consultas prestadas ao domicílio aumentaram 9%”, de acordo com os números da USLMT.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Notícias Relacionadas

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB