Seg, 15 Julho 2024

PUB

RODAPE-CONTEUDOS

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

Siga o nosso canal de WhatsApp e fique a par das principais notícias.

O mérito não é só daquele que pedala

A esposa Sofia e o irmão Rui Pedro são os companheiros inseparáveis de Rodolfo nas suas andanças pelo BTT.

“Eu limito-me a dar aos pedais, tudo o resto são eles que fazem, pelo que merecem pelo menos 50% do meu sucesso”, afirma Rodolfo Dias.

“Conhecem-me por dentro e por fora e sabem quando eu estou cansado, quando preciso de comer ou quando nem sei bem a que distância estão os outros corredores. Se eles não estivessem sempre presentes, eu nem andava metido em competições de BTT”, desabafa.

A família acompanho-o desde a primeira vez em que começou a participar em competições federadas, e que o têm levado por Portugal fora.

Na Escócia, enquanto o staff de apoio a outros ciclistas dispunha de tendas de campismo com aquecimento e até televisores, nalguns casos, a mulher e o irmão passaram 24 horas ao frio e ao relento a dar-lhe todo o apoio de que necessitou.

“Foi de facto quase desumano, e eles merecem ser reconhecidos por isso”, afirma Rodolfo Dias. “Naquilo que me toca, tenho tido todo o apoio possível da minha equipa, a Altimetria, que nunca me faltou com nada. Mas penso que tenho de pedir melhores condições para quem me acompanha nas provas, porque o que anda em cima da bicicleta é, se calhar, aquele que tem menos trabalho e aquele que menos sofre”, acrescenta.

Notícias relacionadas:

Corro sempre para ganhar

O futuro passa pelas provas de 24 horas

Nunca é tarde para mudar de vida

.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Notícias Relacionadas

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB