Dom, 3 Março 2024

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

Siga o nosso canal de WhatsApp e fique a par das principais notícias.

PS e CDU querem avaliar responsabilidades no processo de skate parque de Santarém

As concelhias de Santarém do Partido Socialista (PS) e da Coligação Democrática Unitária (CDU) querem que se avaliem as responsabilidades políticas pela decisão de contratação, instalação e funcionamento do novo skate parque da cidade, inaugurado a 12 de agosto no Campo Emílio Infante da Câmara.


Os socialistas querem apurar “quais as responsabilidades do fornecedor, quer ao nível da receção dos elementos, como da conformidade e garantia técnica, garantia da continuidade de fabrico, e ainda responsabilidade do cocontratante”.

Num comunicado emitido esta terça-feira, 22 de agosto, o PS começa por notar a ausência do presidente e vice-presidente da câmara na cerimónia de inauguração, mas afirma concordar com a decisão do líder do município de instaurar um processo de inquérito, cujas conclusões irá aguardar, “e após conhecimento das mesmas, avaliar quais as responsabilidades devem ser assumidas por todos os intervenientes no processo”.

“Se por um lado é necessário aferir as responsabilidades técnicas e administrativas do procedimento de contratação, por outro lado, é essencial que se avalie as responsabilidades políticas pela decisão de contratação, instalação e funcionamento deste novo skate parque em Santarém”, acrescenta o PS.

Os socialistas esclarecem que “este equipamento não é considerado como prioritário para Santarém, nem faz parte dos compromissos políticos ou estratégicos assumidos no acordo pós-eleitoral de governação do Município de Santarém para o mandato 2021/2025, celebrado entre o PS e o PSD, tanto mais que se trata de uma infraestrutura provisória, num espaço que ainda há pouco tempo teve apresentação e discussão pública do Programa para o Campo Emílio Infante da Câmara, até à criação de um novo e definitivo espaço para a prática do skateboarding”.

“Todo este novo equipamento desportivo, foi adquirido com base num procedimento de consulta prévia (…), num contrato de 74.998,00€, adjudicado a uma pessoa individual” e que “foram ainda gastas verbas públicas no mural, no arranjo do chão, nos bancos, no equipamento em pedra, nos pilaretes, no bebedouro e na festa de inauguração”, diz o PS.

CDU PREOCUPADA COM FALTA DE RUMO
Também em comunicado, a CDU “expressa a sua profunda preocupação com a falta de rumo demonstrada pelo atual executivo municipal (PS-PSD) no que diz respeito à gestão dos recursos públicos e à promoção do lazer e cultura para os jovens do concelho”.

“É com indignação que constatamos o exemplo mais recente dessa postura, no caso do novo Skate Parque de Santarém”, dizem os comunistas que, após visitarem o local e falarem com vários skaters consideram “que o investimento de 75 mil euros neste equipamento é excessivo e retrato do mau uso dos recursos financeiros, uma vez que a infraestrutura instalada não é condizente com aquele valor”. “Ficou igualmente evidente que este projecto não foi devidamente acompanhado, uma vez que o skate parque foi encerrado pela própria Câmara, poucos dias após a sua contestada inauguração”, sublinha a CDU.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Câmara de Santarém encerrou novo skate parque

Skaters arrasam skate parque de 75 mil euros mesmo antes da inauguração

Novo skate parque de Santarém vai ser inaugurado

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Notícias Relacionadas

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB