Dom, 3 Março 2024

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

Siga o nosso canal de WhatsApp e fique a par das principais notícias.

Ninguém se entende nas eleições da JSD de Santarém

santaremJSDeleicoes

A lista vencedora das eleições na concelhia da JSD Santarém para os delegados ao próximo congresso nacional desta estrutura partidária pediu a demissão da mesa do plenário, e vai pedir também a demissão da comissão política concelhia, eleita há cerca de um mês.

Em causa, estão novamente suspeitas de irregularidades na formalização e entrega oficial das listas que concorreram ao ato eleitoral desta sexta-feira, 8 de abril, a exemplo do que aconteceu no passado dia 5 de março, aquando das eleições para os órgãos da JSD Santarém.

A demissão da mesa do plenário foi pedida numa reclamação feita pela Lista C, encabeçada por Filipe Brígida, que, com 40 contra 33 votos, venceu a Lista A, do atual presidente da comissão política concelhia dos jotas scalabitanos, Ricardo Rato.

Pouco tempo depois da divulgação dos resultados desta sexta-feira, Filipe Brígida escreveu na sua página do Facebook que a lista do atual presidente “sai assim derrotada no primeiro ato eleitoral após as eleições concelhias num caderno eleitoral onde os 26 militantes suspeitos não constavam”, o que, recorde-se tinha sido o motivo da polémica no penúltimo ato eleitoral.

Os elementos da lista de Filipe Brígida queixam-se que, desta vez, foi-lhes vedado o acesso aos cadernos eleitorais atualizados e foram impedidos de fazer a verificação da documentação entregue pela Lista A, nomeadamente no que se refere às cópias do cartão do cidadão dos elementos que a compunham e das assinaturas que constavam dos documentos.

A Rede Regional apurou ainda que a crispação em torno deste ato eleitoral aumentou ainda na passada terça-feira, 5 de abril, quando elementos da Lista A propuseram à Lista C a apresentação de uma lista única para os delegados ao XXIV congresso nacional da JSD.

Filipe Brígida chegou a aceitar a formação da uma lista de consenso (com cinco elementos propostos por ele e quatro propostos por Ricardo Rato), mas, pouco tempo depois e a poucas horas do fim do prazo para a entrega de listas, recebeu um telefonema a comunicar-lhe que, afinal, não havia acordo.

A concelhia de Santarém da JSD reúne este sábado, 9 de abril, num plenário que se prevê quente, e onde Filipe Brígida vai pedir a demissão da atual comissão política concelhia.

Notícias relacionadas:

Suspeitas de irregularidades nas eleições da JSD

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Notícias Relacionadas

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB