Sex, 19 Julho 2024

PUB

RODAPE-CONTEUDOS

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

Siga o nosso canal de WhatsApp e fique a par das principais notícias.

Câmara perdeu património da Sociedade Recreativa Operária

santaremSROpalaciolandal

A Sociedade Recreativa Operária (SRO) acusa a Câmara de Santarém de não ter guardado devidamente parte do património desta coletividade durante as obras de requalificação do Palácio Landal, onde se encontra a sua sede.

Cerca de seis meses depois dos trabalhos terem sido concluídos, a autarquia ainda não conseguiu explicar à atual direção da SRO qual o destino que foi dado a um conjunto de objetos que foram retirados e guardados em instalações municipais aquando do início das obras, e onde se incluem equipamentos informáticos e de som, mobiliário diverso, espelhos de salão de baile de grandes dimensões, mesas de ping pong, tabuleiros de chinquilho, a máquina de lavar loiça, balcões e vitrinas, e até um cilindro de água quente, entre outros.

Segundo explicou à Rede Regional o presidente da SRO, Mário Agostinho, o material ficou guardado no rés-do-chão do Palácio Landal (no antigo mini mercado e na loja de artigos equestres) e no antigo Banco de Portugal, junto ao Rosa Damasceno.

Posteriormente, parte dos objetos foram transferidos para o atual espaço da Liga dos Combatentes, na antiga Escola Prática de Cavalaria, tendo ainda sido mudados de localização aquando das obras para a construção do atual Tribunal da Supervisão e Concorrência, explicou o dirigente.

“A Câmara é que tem a obrigação de nos dizer quem teve acesso às chaves destes locais e explicar para onde foi levado o que é nosso”, salienta Mário Agostinho, acrescentando que os prejuízos são avultados e que parte do espólio desaparecido “tem mais valor histórico do que propriamente valor material”.

O assunto foi levado à última reunião da Câmara de Santarém, onde o presidente Ricardo Gonçalves explicou que a autarquia está ainda “a verificar algumas situações”, nomeadamente as questões relativas ao transporte do material de uns locais para outros.

O concurso para a requalificação do Palácio Landal foi lançado ainda pela Str.Urbhis, tendo depois, com a fusão das empresas municipais numa só, passado para o património da ViverSantarém; com o regresso das competências na área do urbanismo e do património de volta para a Câmara de Santarém, o Palácio Landal é um dos imóveis que vai ficar sob gestão direta do município.

No meio da confusão, ninguém sabe ao certo o que é feito do espólio da SRO; na reunião de Câmara, o vereador da CDU Francisco Madeira Lopes disse mesmo ter “muita dificuldade em entender como se perde o rasto a um conjunto tão grande de património”, e questionou de que forma a Câmara pensa ressarcir a coletividade, no caso de não aparecerem os objetos desaparecidos.

Pelo PS, o vereador António Carmo pediu mesmo a abertura de um processo de averiguações para apurar responsabilidades dentro dos serviços da própria autarquia.

Chove dentro do Palácio Landal

Nos três ofícios que já dirigiu à Câmara desde julho, a SRO, que entretanto regressou à sua sede, denuncia ainda que as obras efetuadas no Palácio Landal apresentam problemas graves.

Segundo Mário Agostinho, chove dentro do edifício sempre que a pluviosidade é mais intensa, situação que se verificou nos meses de outubro e novembro, em que “tivemos de andar com baldes e alguidares a apanhar água da chuva”.

Numa das informações dirigidas à Câmara, a que a Rede Regional teve acesso, a direção solicita à autarquia uma verificação das instalações elétricas pois o quadro dispara sempre que se liga o ar condicionado ou aparelhos de maior potência.

Uma das casas de banho está encerrada devido a uma avaria e a cadeira de transporte para deficientes também não funciona, acrescenta a SRO.

Segundo o vereador Luís Farinha, a Câmara já foi informada da existência de anomalias nas obras efetuadas no Palácio Landal e está a averiguar se ainda é possível acionar a garantia do imóvel, para responsabilizar o construtor pelos problemas detetados.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Notícias Relacionadas

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB