Sex, 19 Julho 2024

PUB

RODAPE-CONTEUDOS

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

Siga o nosso canal de WhatsApp e fique a par das principais notícias.

Câmara de Salvaterra quer obras na escola de Marinhais

salvaterra secretaria

O presidente da Câmara de Salvaterra de Magos, Hélder Esménio, reuniu esta terça-feira, 26 de fevereiro, com a secretária de Estado Adjunta e da Educação, Alexandra Leitão, com o objetivo de solicitar a integração da Escola E.B. 2,3 de Marinhais, o seu pavilhão desportivo e o espaço exterior num futuro plano de obras de requalificação.

A governante esteve no estabelecimento de ensino a convite do autarca, que lhe deu conta que a intenção da autarquia era incluir este estabelecimento escolar nas prioridades de intervenção do Ministério da Educação, ainda mais quando está a decorrer um processo de gradual descentralização de competências para o poder Local.

“Na reunião, que contou com a participação da Direção do Agrupamento de Escolas e da Associação de Pais da Escola E.B. 2,3 de Marinhais, procurámos sensibilizar a Senhora Secretária de Estado para a necessidade de se beneficiar o espaço envolvente à escola (substituição dos plátanos, reparação de vedações, reposição de pavimentos, entre outros), de se avaliar, com o Agrupamento e a Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares (DGEstE), a necessidade de ampliar as instalações escolares (para criar mais salas de aula e laboratórios), de se intervir na conservação e beneficiação dos edifícios escolares e de se requalificar o pavilhão desportivo, designadamente os seus balneários”, referiu Hélder Manuel Esménio.

Alexandra Leitão, comprometeu-se a avançar com a substituição, no mais curto espaço de tempo possível, do mobiliário mais danificado, designadamente dos laboratórios e do refeitório, da melhoria da rede internet e de encaminhar para a Direção-Geral de Estatísticas da Educação e Ciência (DGEEC) a necessidade de novos equipamentos para as salas de informática.

A governante assumiu ainda o compromisso de sinalizar, para investimentos futuros do Ministério da Educação, se possível com apoio de próximos fundos comunitários, uma intervenção que permita a resolução das situações que foi possível comprovar com esta visita de trabalho.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Notícias Relacionadas

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB