Sex, 19 Abril 2024

PUB

RODAPE-CONTEUDOS

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

Siga o nosso canal de WhatsApp e fique a par das principais notícias.

Transportes agrícolas já podem transportar mais peso

tomate

O Conselho de Ministros aprovou esta quinta-feira, 14 de agosto, um diploma que revê o peso máximo de determinados veículos, procedendo à alteração do regulamento que fixa os pesos e as dimensões máximos autorizados para os veículos em circulação.

Em resumo, a nova legislação permite que os veículos a motor-reboque com cinco ou mais eixos que efetuem exclusivamente o transporte de produtos vitivinícolas, frutas e produtos hortícolas, pecuários e cereais atinjam o peso bruto máximo de 60 toneladas (anteriormente era 40 toneladas) desde que esse transporte tenha origem na produção e destino as unidades de concentração ou transformação e se realize exclusivamente durante as campanhas agrícolas, com exceção da pecuária.

A alteração, prometida no final de julho pelo ministro da Economia, Pires de Lima, vem de encontro às reivindicações dos agricultores e aos esforços do presidente da Câmara de Almeirim, Pedro Ribeiro, que reuniu com várias entidades para as sensibilizar para este problema.

Apesar de estar de férias, Pedro Ribeiro já comentou a publicação do diploma na sua página do facebook, dizendo que “se deu um passo importante para garantir que a agricultura é uma atividade sustentável” e agradecendo “a alguns deputados e membros do governo pela sua sensibilidade para a situação”.

Em comunicado, a Comissão Política Distrital do PSD de Santarém também já se congratulou com a alteração legislativa, relembrando as iniciativas que tomou e reconhecendo “todo o empenho e rapidez da Secretaria de Estado das Infraestruturas, Transportes e Comunicações e em particular do seu titular, o Secretário de Estado Sérgio Monteiro”.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Notícias Relacionadas

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB